Ecovias conclui a reformulação da Entrada de Santos

Com a abertura do viaduto Piratininga ao tráfego, a concessionária finaliza o terceiro viaduto e completa o pacote de obras de melhorias entre o km 59 e km 65 da via Anchieta

Comentar
Compartilhar
24 SET 2020Por Da Reportagem18h06
O elevado é o terceiro do pacote de obras de melhorias previsto pela concessionáriaFoto: Nair Bueno/DL

Com sete meses de antecedência, a Ecovias em conjunto com a ARTESP e o Governo do Estado de São Paulo, abriu o viaduto Piratininga ao tráfego, na manhã desta quinta-feira (24). O elevado é o terceiro do pacote de obras de melhorias previsto pela concessionária para reformulação da entrada de Santos entre os km 59 e 65 da Anchieta. Ao todo, foram entregues à população três viadutos (nos km 62, km 64+560 e km 65), duas novas passarelas (nos km 62 e km 64+350), além de 5 quilômetros de ciclovia, que liga o Jardim Casqueiro, em Cubatão, à malha cicloviária de Santos, e 1.200 metros de galeria de drenagem de águas pluviais. A todo, 900 funcionários participaram das obras, que vão beneficiar mais 60 mil veículos que passam diariamente pelo local.

O anúncio foi feito hoje pelo governador de São Paulo, João Doria, acompanhado do vice-governador e secretário estadual de Governo, Rodrigo Garcia, do secretário de Logística e Transporte, João Octaviano Machado Neto, do diretor-geral da ARTESP, Milton Persoli, e do prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa.

Localizado no km 62 da via Anchieta, o viaduto Piratininga interliga os bairros Jardim Piratininga e São Manoel, e facilita o tráfego entre a cidade de Santos e o Porto. Com a liberação do fluxo de veículos no viaduto, também foi possível reorganizar o tráfego pelas marginais sul e norte da via Anchieta, que passam a operar em sentido único e garantir maior fluidez de tráfego na região.

Com essa inauguração, o fluxo de entrada e saída do Porto, bem como de chegada a Santos, ganha uma nova organização. “Eliminamos o conflito viário que existia anteriormente e separamos totalmente a movimentação dos veículos de carga que vão para o Porto. Isso não apenas facilita a mobilidade, como também aumenta a segurança viária no trecho, explica o diretor Superintendente da Ecovias, Ronald Marangon. 

O viaduto Anchieta, nomeado recentemente como Rei do Futebol, foi o primeiro a ser inaugurado, em novembro passado, na altura do km 65. Com ele, o fluxo dos veículos que chega à entrada da cidade agora foi separado dos carros que seguem em direção à Zona Noroeste (ZN) e São Vicente, pela Av. Nossa Senhora de Fátima. Em julho deste ano, o Alemoa foi inaugurado e trouxe maior mobilidade para os caminhões que saem do Porto de Santos em direção à Capital Paulista.