Drenagem retira quase 900 toneladas de resíduos desde janeiro em Santos

O serviço, realizado diariamente em ramais, galerias, poços de visita e bocas de lobo já percorreu mais de 160km de tubulações

Comentar
Compartilhar
23 AGO 2019Por Da Reportagem19h31
Há seis dias, as equipes trabalham na Rua Ana Santos, no bairro Chico de PaulaFoto: Divulgação/PMS

Mais de 890 toneladas de sedimentos já foram retiradas, desde o início do ano, durante a limpeza da rede de drenagem da cidade pelas equipes da operação Cuidando de Santos.

O serviço, realizado diariamente em ramais, galerias, poços de visita, bocas de lobo, caixas de captação e caixas de sopé de morros, já percorreu mais de 160km de tubulações, totalizando 4.734 poços de visita e 9.277 bocas de lobo desde janeiro.

Executado por funcionários da Prodesan sob supervisão do Departamento de Serviços Públicos, o trabalho já atingiu vias da Vila Mathias, Macuco, Ponta da Praia, Castelo, Caneleira e Saboó, além de ações pontuais em todos os bairros da Cidade.

Há seis dias, as equipes trabalham na Rua Ana Santos (Chico de Paula). O total de sedimentos retirados, até esta sexta-feira (23), foi de cerca de uma tonelada. Os próximos bairros programados são Piratininga e São Manoel.

O chefe do Departamento de Serviços Públicos, Roberto Moyano, explica a importância do trabalho. "Muitas vezes, a drenagem passa despercebida pela maioria das pessoas, por ser um trabalho realizado em redes subterrâneas. Mas a manutenção e limpeza do sistema é imprescindível para melhor eficácia no escoamento das águas pluviais do Município".

Colunas

Contraponto