Dom Odilo negou que o nome do sucessor de Bento XVI esteja definido

Segundo o arcebispo de São Paulo, as reuniões que antecedem o conclave (que elegerá o papa) são guiadas pelo “senso de responsabilidade”

Comentar
Compartilhar
05 MAR 201311h03

As reuniões que antecedem o conclave (que elegerá o futuro papa) são guiadas pelo “senso de responsabilidade”, segundo o arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer, 63 anos. Scherer negou que o nome daquele que vai suceder o papa emérito Bento XVI, que deixou o pontificado no último dia 28, esteja definido antes do conclave. Dom Odilo é apontado como um dos nomes cotados para ser o futuro papa.

“Dizer que, antes do conclave, os nomes estão prontinhos, não é a realidade, faz parte da fantasia”, ressaltou o arcebispo de São Paulo. Segundo ele, durante as reuniões, há conversas, curtos discursos e a evocação do Espírito Santo.

Pelo segundo dia consecutivo, o Colégio de Cardeais se reúne hoje (5). A expectativa é que a data para o início do conclave seja definida com a previsão de chegada dos 12 religiosos que faltam. Nesta segunda-feira (4) a reunião preliminar ocorreu com a presença de 142 cardeais, dos quais 103 são eleitores no conclave, inclusive cinco brasileiros.

A reunião do Colégio de Cardeais é uma espécie de preparatório para o conclave, cujo prazo de encerramento é esperado para o final da Páscoa – fim de março. A primeira etapa da reunião preliminar feita ontem, segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, transcorreu em clima de serenidade.

Na primeira etapa da reunião ontem, os religiosos fizeram um juramento, baseado na Constituição da Igreja Católica Romana (Universi Dominici Gregis), sobre como se comportarão durante o encontro. Treze cardeais se pronunciaram e houve um intervalo. Os cardeais aproveitaram a reunião de ontem para se conhecerem.

Dom Odilo disse que dizer que o sucessor de Bento XVI já está definido antes do conclave é fantasia (Foto: Divulgação)