Dilma lamenta mortes causadas por terremoto que atingiu Nepal, Índia e China

De acordo com fontes locais, 2.152 pessoas morreram no Nepal, 57 na Índia, 17 na China e uma no Bangladesh, além de milhares de feridos, desaparecidos e desabrigados

Comentar
Compartilhar
26 ABR 201512h13

A presidenta Dilma Rousseff lamentou as mortes causadas por um terremoto de magnitude 7,9 na escala de Richter que atingiu o Nepal, ontem (25). O tremor atingiu também os países vizinhos China e Índia.

De acordo com fontes locais, 2.152 pessoas morreram no Nepal, 57 na Índia, 17 na China e uma no Bangladesh, além de milhares de feridos, desaparecidos e desabrigados.

Em nota divulgada ontem à noite, a presidenta lamentou o ocorrido e expressou solidariedade aos países atingidos. "Expresso meu grande pesar pelo terremoto que atingiu o Nepal, Índia e China na manhã deste sábado e que provocou a perda de tantas vidas. Declaro minha solidariedade aos povos desses países e, em especial, aos brasileiros que estão na região e aos seus familiares", diz a nota.

Dilma Rousseff ressaltou na declaração que "a Embaixada do Brasil em Katmandu está tomando todas as providências em apoio aos cidadãos brasileiros que estão no Nepal".

Dilma lamenta mortes causadas por terremoto que atingiu Nepal, Índia e China (Foto: ABr)