Banner gripe

Diferença salarial de professores de Cubatão deve ser paga até quinta-feira

Prefeitura informou que em função da falta de energia elétrica, na quinta e sexta-feiras passadas, não foi possível quitar as diferenças. A nova data é dia 13

Comentar
Compartilhar
11 MAR 2019Por Glauco Braga20h45
Cubatão tem 1,3 mil professores que atuam em 55 escolasFoto: Divulgação

O salário dos professores da rede municipal de Cubatão que foi pago a menos, na folha deste mês, e que seria corrigido em uma folha suplementar, na última sexta-feira, dia 8, ficou na promessa. A Prefeitura da Cidade informou que em função da falta de energia elétrica, na quinta e sexta-feiras passadas, não foi possível quitar as diferenças. A nova data é dia 13.

Os professores, que durante todo o mês de fevereiro, fizeram paralisações em todas as terças-feiras, aguardam que o Executivo envie para a Câmara Municipal um projeto de lei que restabeleça os 30% de adicional no salário de quem tem ensino superior. A Prefeitura ficou de finalizar uma proposta para a categoria até o dia 15 de março.

Cubatão tem 1,3 mil professores que atuam em 55 escolas. Eles reivindicam recomposição salarial referente à redução de 30% dos proventos do Infantil e Fundamental 1, o fim dos processos de desaposentadoria, a garantia de aposentadoria sobre a jornada total e o pagamento do piso nacional do magistério para o infantil 1.

Aprovados

A Secretaria de Gestão convoca os candidatos aprovados nos concursos 1/2014 (área da saúde) e 2/2014 (educação).

A Secretaria alerta que a procura pelas vagas de agente de combate às endemias está baixa. As vagas podem ser acessadas pelo link: http://www.cubatao.sp.gov.br/diariooficial/. Já os demais editais dos concursos em: http://www.cubatao.sp.gov.br/concursos/?status=0.

 

Colunas

Contraponto