Dersa deve anunciar vencedora para arrecadação de pedágio hoje

As empresas classificadas são TWB S.A., Performance e Internacional Marítima

Comentar
Compartilhar
02 MAR 201321h45

A Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) analisa hoje, a partir das 10 horas, as propostas das empresas licitantes para a prestação de serviços de arrecadação de pedágio nas travessias de balsas do litoral paulista. As empresas classificadas são TWB S.A., Performance e Internacional Marítima.

Quatro empresas se inscreveram para o pregão presencial. A empresa Progel Engenharia apresentou a maior proposta, segundo a assessoria da Dersa, e por isso foi desclassificada pela comissão de licitação. A abertura dos envelopes aconteceu no último dia 25. A TWB, atual concessionária dos serviços de operação e manutenção das travessias de balsas ofereceu a menor proposta, no valor de R$ 5.495 milhões. Já a Performance propôs R$ 5.510 milhões pelos serviços de arrecadação e a Internacional Marítima, R$ 5.660 milhões.

O contrato para a arrecadação do pedágio tem vigência de um ano e a vencedora substituirá a empresa Tejofran. A assessoria da Dersa esclarece que as propostas serão analisadas e às empresas desclassificadas poderão recorrer da decisão. O Sindicato dos Marinheiros e Moços de Máquina de Convés, que representam os marítimos, protestam hoje, em frente ao prédio da Dersa, na Capital, contra as indefinições dos pregões em curso.

Operação

A Internacional Marítima é a vencedora do pregão presencial para os serviços de operação e manutenção das travessias e linhas de navegação para o transporte de veículos e passageiros. O nome da prestadora já foi homologado e o contrato deverá ser assinado num prazo de 30 dias, de acordo com a Dersa. Por enquanto as travessias continuam sendo operadas pela TWB, sob contrato emergencial.