Denúncia do AME: CEI não ouve ninguém

Nenhuma autoridade convidada – entre elas o secretário Estadual de Saúde, Davi Uip – compareceu para prestar esclarecimentos

Comentar
Compartilhar
22 MAI 201410h44

A Comissão Especial de Inquérito (CEI), que apura as irregularidades no Ambulatório Médicos de Especialidades (AME) de Praia Grande, presidida pela vereadora Janaina Ballaris (PT), ontem, não teve uma tarde de êxito. Nenhuma autoridade convidada – entre elas o secretário Estadual de Saúde, Davi Uip – compareceu para prestar esclarecimentos.

Com o plenário praticamente vazio, a Comissão, que tem como relator Antonio Eduardo Serrano, o Doutor Serrano (Pros) e os membros Carlos Eduardo Gonçalves Karan (PDT), Benedito Ronaldo César, o Doutor Benedito (PMDB) e o presidente da Câmara, Sergio Luiz Schiano de Souza, o Serginho Sim (PSB), vai recorrer ao Ministério Público (MP).

Comissão presidida por Janaina Ballaris (PT) não consegue trazer autoridades (Foto: Matheus Tagé/DL)

A Comissão foi formada porque Ballaris flagrou equipamentos de raio-x e mamografia encaixotados há mais de seis anos no AME. Além do secretário Davi Uip, foram convocados pela comissão o superintendente do AME na época, Murilo William Dib, e o presidente da Fundação ABC, Marco Antônio Santos Silva.