X

Cotidiano

Declaração dos Direitos Humanos é tema de palestra no Museu Pelé

A atividade integra campanha do Sistema Estadual de Museus de São Paulo

Da Reportagem

Publicado em 30/10/2018 às 21:20

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A programação deste ano será encerrada após a realização da Semana Sonhar o Mundo / Divulgação/PMS

A importância da memória como mecanismo de preservação dos direitos humanos foi destacada pelo psicanalista Paulo César Endo, que na manhã desta terça (30), em transmissão ao vivo, abriu o curso ‘Direitos humanos – da teoria às praticas educativas em museus’, realizado no auditório do Museu Pelé.

À tarde, foram apresentadas práticas educativas em museu relacionadas aos Direitos Humanos, a cargo de profissionais dos museus Afro Brasil, da Diversidade Sexual, da Imigração de São Paulo e Índia Vanuire, e dos memoriais da Resistência de São Paulo e da Inclusão.

A atividade integra campanha do Sistema Estadual de Museus de São Paulo (Sisem), este ano com o lema “70 anos da Declaração dos Direitos Humanos”. A programação deste ano será encerrada após a realização da Semana Sonhar o Mundo, marcada para o período de 10 a 16 de dezembro, que já dispõe da hashtag #SonharoMundo.

Semeste de um sonho

Também professor da USP, Paulo Endo afirmou que a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi “a semente de um sonho” que garantiu a “cada indivíduo o direito de ser um”.

Autor do livro ‘A violência no coração da cidade: um estudo psicanalítico’, prêmio Jabuti 2006, o psicanalista lembrou que o Brasil é signatário, junto com 144 países, da Convenção Internacional contra a Tortura, aprovada pela ONU em 1984 e que entrou em vigor três anos depois.

           

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Armado com uma espada, homem invade hospital e ataca segurança; assista

Apesar do ataque, o segurança não ficou ferido e retirou o agressor da unidade médica

São Vicente

Padre que mais batizou em SV, Feliciano Martinez morre aos 86 anos

Feliciano Arrastia Martinez estava internado desde o dia 21 de fevereiro, no Hospital Casa de Saúde, em Santos

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter