Controladoria de Guarujá é modelo para Prefeitura de Santa Isabel

A experiência do sistema de controle interno e a excelente estrutura se destacam na visão dos controladores do município de Santa Isabel

Comentar
Compartilhar
26 MAR 201515h04

A Controladoria Geral de Guarujá é, novamente, exemplo e objeto de pesquisa para municípios do estado de São Paulo que ainda não dispõem do setor. Na última terça-feira (24), dois servidores da Prefeitura de Santa Isabel vieram conhecer o modelo de Administração guarujaense, estrutura e projetos. Outras cidades também já estiveram no Município para verificar o serviço desempenhado por aqui. São elas Bertioga, Atibaia, Tietê e Ribeirão Pires.

Os controladores de Santa Isabel, Jefferson Astuti e Roberto Menino, se reuniram com o controlador de Guarujá, Marco Antônio de Melo, para tirar dúvidas e conhecer os projetos desenvolvidos. O controlador adjunto Zaqueu Elias também participou do encontro.

“Procurávamos um bom exemplo de administração pública para nos basear. Quando buscamos um município de referência, logo apareceu o site da Controladoria de Guarujá. Analisamos e constatamos que é organizado, tem decretos bem estruturados e leis robustas. Por isso, agendamos a visita e viemos conhecer”, conta Jefferson Astuti.

Roberto Menino também conta que essa experiência positiva agregou conhecimento e boas ideias para aplicar em sua Cidade. “Ainda estamos iniciando o setor de controle interno na Prefeitura de Santa Isabel. A transparência e o acesso à informação são pontos fortes de Guarujá que queremos implantar. Ainda temos muitas dúvidas e buscamos aprender com a experiência dos veteranos”, revela.

O controlador Marco Antônio de Melo atribuiu os resultados satisfatórios as grandes mudanças da cultura administrativa. “As boas condições de trabalho, o sucesso com o terceiro setor, a organização e a integração da equipe fazem com que Guarujá dê bons frutos. A ideia é sempre fazer o melhor.”

Já o secretário adjunto, Zaqueu Elias acrescenta que está orgulhoso com o reconhecimento e destaque. “Temos resultados satisfatórios quanto ao terceiro setor. Guarujá tem experiência e ideias que podem ser adaptadas em outro município. A transparência nos repasses realizados e a prestação de contas fazem parte desta mudança que desenvolvemos desde 2009”, relata. As prestações de contas já analisadas são as de 2009, 2010 e 2011. Todas aprovadas.