Contrato de aluguel poderá sofrer reajuste de 23%

Secovi-SP divulga os indicadores mensalmente

Comentar
Compartilhar
06 JAN 2021Por Gazeta de S. Paulo13h43
Contrato com aniversário em janeiro/2021 e pagamento em fevereiro/2021 poderá sofrer reajuste de 1,2314Foto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

O contrato de aluguel em andamento, com aniversário em janeiro e reajuste pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), medido pela Fundação Getúlio Vargas, poderá sofrer um reajuste de 23,14%.

Este índice é um dos principais indicadores para reajustes contratuais, pois é divulgado dentro do mês de referência. O Secovi-SP divulga a atualização mensalmente e o cálculo é realizado de acordo com os fatores de reajuste. Se um aluguel é R$ 1.500,00, é feita a multiplicação de R$ 1.500,00 por 1,2314, que resultará em R$ 1.847,10 a ser pago no final do mês de janeiro ou início de fevereiro de 2021.

Confira os fatores de reajuste dos últimos meses:

• Contrato com aniversário em janeiro/2020 e pagamento em fevereiro/2020: 1,0730
• Contrato com aniversário em fevereiro/2020 e pagamento em março/2020: 1,0781
• Contrato com aniversário em março/2020 e pagamento em abril/2020: 1,0682
• Contrato com aniversário em abril/2020 e pagamento em maio/2020: 1,0681
• Contrato com aniversário em maio/2020 e pagamento em junho/2020: 1,0668
• Contrato com aniversário em junho/2020 e pagamento em julho/2020: 1,0651
• Contrato com aniversário em julho/2020 e pagamento em agosto/2020: 1,0731
• Contrato com aniversário em agosto/2020 e pagamento em setembro/2020: 1,0927
• Contrato com aniversário em setembro/2020 e pagamento em outubro/2020: 1,1302
• Contrato com aniversário em outubro/2020 e pagamento em novembro/2020: 1,1794
• Contrato com aniversário em novembro/2020 e pagamento em dezembro/2020: 1,2093
• Contrato com aniversário em dezembro/2020 e pagamento em janeiro/2021: 1,2452
• Contrato com aniversário em janeiro/2021 e pagamento em fevereiro/2021: 1,2314