Contrariando orientação de distanciamento, Câmara de Praia Grande tem vereadores lado a lado

Fotos mostram que parlamentares não mantêm o distanciamento social

Comentar
Compartilhar
10 ABR 2020Por LG Rodrigues07h38
Vereadores seguem se sentando a menos de um metro um do outro.Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Apesar de ter, de maneira acertada, fechado o plenário da Câmara ao público devido à pandemia de coronavírus, aparentemente o recado de que a doença é séria ainda não se assentou muito bem na rotina dos vereadores de Praia Grande. Durante a sessão ordinária da última terça-feira (7), o distanciamento mínimo não foi respeitado pelos parlamentares e isso pode ser verificado em fotos que foram postadas nas próprias redes sociais da Casa de Leis.

A postagem em questão faz referência à 10ª sessão ordinária, na qual foram debatidos o projeto de lei complementar 8/2020, que foi aprovado, e um veto parcial ao projeto de lei 07/2020. Uma vez que o plenário está fechado ao público, os moradores puderam conferir a sessão apenas pela internet.

As imagens foram transmitidas tanto para o perfil oficial da Câmara no Youtube quanto no Facebook. O ângulo no qual a câmera foi posicionada não mostra ao público como os parlamentares estão posicionados em suas mesas, uma vez que o equipamento está apontado quase o tempo todo apenas para onde ficam posicionados o presidente da Câmara e seus secretários.

Apesar disso, alguns internautas comentaram durante a transmissão no Facebook sobre o fato de que nenhum dos parlamentares utilizou mascaras durante os trabalhos.

"Tudo sem máscara, vai entender", afirmou uma espectadora durante o minuto 37 da live.

A transmissão não recebeu comentários no Youtube. Apesar de ter registrado algumas poucas manifestações neste sentido durante a transmissão na sessão, a indignação dos moradores foi maior horas depois que o plenário foi esvaziado devido ao fim dos trabalhos do dia e veio em forma de uma galeria de fotos.

Nas imagens publicadas na conta oficial da Câmara de Praia Grande no Facebook, os parlamentares aparecem lado a lado, às vezes com distanciamento muito menor do que de um metro e com os cotovelos quase colados. Os seguidores da página ficaram inconformados com a situação mostrada e especialmente por estar em um dos próprios veículos de comunicação usados pelos vereadores.

"Cadê as máscaras de proteção e o distanciamento necessário que é preciso? Porque vocês não fizeram essa seção por vídeo conferência? Fiquem em casa, essa é a ordem", questionou uma das pessoas que flagrou a situação.

Para relembrar, a Câmara dos Vereadores de Praia Grande emitiu uma nota no dia 16 de março, e que ainda pode ser conferida no portal da instituição, onde atesta que devido ao surto de COVID-19 (Coronavírus) que se alastra pelo País e Região, bem como a orientação da OMS e Secretaria Estadual de Saúde, a Sessão Ordinária do dia 17 de março não teria o plenário aberto ao público, sendo transmitida via Facebook e Youtube. A nota ainda completa afirmando que as sessões serão novamente abertas após a estabilização e nova orientação dos órgãos de saúde.

O Diário do Litoral tentou entrar em contato com a Câmara de Praia Grande na manhã desta quinta-feira (9) para pedir explicações dos motivos que levaram os parlamentares a não respeitar o distanciamento mínimo entre eles durante a sessão. Inicialmente, a Reportagem enviou um e-mail ao setor de comunicação da Câmara, mas não obteve resposta, na sequência, ligou para os gabinetes de alguns dos vereadores tentando contato com eles sobre o ocorrido e se haveria alguma mudança nos trâmites usados pela instituição para realizar suas sessões, mas também não obteve retorno. Por fim, foi feito um contato por meio da própria página do Facebook, mas a mensagem não foi visualizada.

Outras Câmaras de Vereadores da Baixada Santista já adotaram medidas preventivas para evitar este tipo de situação. Santos já realiza sessões por vídeo conferência há mais de 15 dias, enquanto Itanhaém anunciou que deverá iniciar este mesmo tipo de procedimento a partir de segunda-feira (13).