Consumidores vicentinos devem gastar até R$ 100 no Dia das Mães

O resultado foi baseado numa pesquisa realizada no mês de abril, na Praça Barão, no Centro

Comentar
Compartilhar
26 ABR 2018Por Da Reportagem20h18
Os produtos mais procurados para presentear as mamaães serão os artigos de vestuárioFoto: Divulgação/E5+

A expectativa dos consumidores em São Vicente é gastar entre R$ 50 e R$ 100 em presentes para o Dia das Mães nesse ano. Durante os dias 4 e 13 de abril, a Associação Comercial de São Vicente (ACIESV) realizou uma pesquisa, na Praça Barão, com 503 pessoas e 70% dos entrevistados mostraram-se animados com o presente da mãe, pois garantem que é uma data importante para mostrar o carinho.
 
Ainda de acordo com a pesquisa, os produtos mais procurados para presenteá-las serão os artigos de vestuário (43%), seguido de perfumes e cosméticos (26%). Também são escolhas populares entre os compradores joias e relógios (10%) e (9%) para jantares e almoços, outros itens tiveram destaques em torno de (5%).
 
Para a maioria dos consumidores (55%), o que mais chama atenção na hora de decidir a escolha da loja para a compra são os preços, por isso, as lojas precisam estar atentas nas promoções e ofertas. Outro item avaliado com (40%) foi o produto em si, invista na inovação, na diversidade e novas tendências. Portanto, tenha um diferencial, pois chamará atenção do consumidor.
 
“Os preços atrativos, com promoções, e a inovação dos comerciantes é uma marca registrada em São Vicente. Aposto que será uma data importante para movimentar os negócios trazendo vantagens para os lojistas e clientes”, pondera a presidente da ACIESV, Regina do Carmo.

Segundo pesquisa, moradores de todos os bairros tem visitado o comércio de São Vicente, (50%) residem no bairro do Centro, (11%) no bairro Parque Bitarú, (10%) na Vila Margarida, Jóquei Club e Japuí. Os demais bairros dividem o percentual de (5%) da região em visita ao comércio para as compras do Dia das Mães.
 
O comércio de rua ganha destaque na opção de compra dos consumidores com (46%), vindo em segundo lugar a preferência pelas lojas de shopping com (44%). Entre a forma de pagamento, 45% dos entrevistados responderam que vão utilizar o dinheiro, mostrando que os clientes estão mais ponderados fazer dívidas. Já o parcelamento com o cartão de crédito será a opção para 28% e no cartão de débito 23%.