Consumidor pode comprar frango mais barato até o fim do mês

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que o preço do frango caiu 6,71% este ano

Comentar
Compartilhar
23 MAI 201115h43

Mais leve na mesa e no bolso. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que o preço do frango caiu 6,71% este ano, nos supermercados de São Paulo. O diretor de economia da Associação Paulista de Supermercados (APAS), Martinho Paiva Moreira, confirma os dados da pesquisa da FGV e afirma que em apenas um mês e meio, o preço do frango caiu 21% -- período entre abril maio.

Comercializado, em média, a R$ 3,79 no mês passado, o quilo do frango baixou para R$ 2,99, e deve cair para R$ 2,89 até o final deste mês. Martinho explica que a queda nos preços deve-se a oferta de frangos, uma vez que a procura por carne aumentou. “O preço da carne bovina está em queda desde abril e a programação de abate do frango não muda, os frangos estão grandes. Por isso, o preço está baixando para competir com a carne bovina”.

O economista disse, no entanto, que o preço do frango deverá voltar a subir para R$ 2,99 a partir do dia 4 ou 5 de junho, mas garante que o preço não voltará ao patamar de R$ 3,79 tão cedo. O economista disse que o preço da carne bovina enfrentou alta de dezembro a março e experimenta uma fase de preços mais baixos.

Segundo o Dieese, o frango deve ficar ainda mais barato, porque o milho e a soja, usados na ração, também estão com os preços em queda. ”Sempre compro filé de frango. Em casa um quilo rende bastante e é bem mais barato do que a carne e o peixe. O peixe está ainda mais caro do que a carne, então eu prefiro o frango”, afirmou a dona de casa Cláudia Perez, que compra filé de frango com freqüência ao preço médio de R$ 7,00 o quilo.

Entretanto, o gerente do Supermercado Bolshoi, em Santos, André Luiz Silveira Silva, afirmou que o preço do frango aumento 10% na última semana, mas tem se mantido estável. O preço dos cortes puxou a alta, mas o frango inteiro também teve reajuste. Porém, o gerente do supermercado afirmou que apesar da alta, o frango ainda está 20% mais barato do que a carne de boi e que, por isso, não houve queda nas vendas de frango.

Neste mesmo supermercado o frango inteiro é vendido a R$ 3,35 o quilo. Já os preços dos cortes variam. A coxinha da asa é vendida a R$ 4,98/kg (avulsa) e R$ 7,95/kg (Aurora). A coxa com sobrecoxa custa R$ 3,98/kg (Avulsa). O peito de frango com osso custa R$ 5,19/kg (avulso). O peito de frango sem osso é vendido a R$ 6,98/kg (avulso) e R$ 8,89/kg (Perdigão). O filezinho de frango congelado Aurora custa R$ 8,64% e o mesmo produto da marca Perdigão custa R$ 8,65%.