Confira as novas linhas e itinerários dos ônibus de São Vicente

Ônibus e micro ônibus da empresa Otrantur começam a circular na segunda quinzena de novembro

Comentar
Compartilhar
26 OUT 2019Por Caroline Souza07h30
Empresa que venceu o processo licitatório e que irá gerir o sistema pelos próximos 20 anosFoto: Divulgação

O novo transporte público municipal de São Vicente começa a circular na segunda quinzena de novembro. A partir do próximo dia primeiro, a Otrantur Transporte e Turismo - empresa que venceu o processo licitatório e que irá gerir o sistema pelos próximos 20 anos - abre a sua loja para começar a venda de cartões. Confira as novas linhas e itinerários dos ônibus clicando aqui.

Quem ainda tem saldo da Cooperlotação pode ficar tranquilo, garante o secretário de Trânsito e Transportes, Alexandre de Almeida Costa, pois os valores serão transferidos do cartão da cooperativa para os novos.

A loja física da Otrantur (Rua Frei Gaspar, 1.139, Centro) funcionará em horário comercial. No entanto, para atender a demanda dos primeiros dias, deve abrir também aos sábados e domingos.

"Os dados dos estudantes vão ser passados da atual empresa para a Otrantur. Eles só vão precisar passar na loja para retirar o novo cartão", esclarece o diretor de operações, José Ronaldo Alves de Sales. "Não vamos formar filas para fazer cadastro, faltando um mês para o término das aulas. Vamos deixar o recadastramento para o ano que vem".

Empresas que queiram fornecer vale-transporte aos trabalhadores podem fazer o cadastramento online e vão receber os cartões.

Idosos com mais de 65 anos podem embarcar apenas com o RG, sem a necessidade de cadastro. Já quem tem entre 60 e 64 anos deve adquirir um cartão de gratuidade.

O atendimento aos idosos e portadores de necessidades especiais, que gera boa parte das reclamações que chegam na Prefeitura sobre o atual transporte, é prioridade na nova gestão.

"Hoje cada carro tem um dono e fica difícil descobrir quem passou no ponto e não pegou o idoso ou o cadeirante", comenta o secretário de Transportes. "Agora, os motoristas serão treinados e se tiver falhas vamos em cima da empresa. Com todos os ônibus monitorados, vamos ter o controle de saber quem foi o responsável".

Os ônibus e micro ônibus vão aceitar pagamento com cartão e com dinheiro. A tarifa será de R$ 3,95.

O itinerário completo de cada linha pode ser conferido no site do Diário do Litoral.

SEGUNDA QUINZENA.

Apesar de não determinarem uma data, o secretário de Trânsito e Transportes de São Vicente e o diretor de operações da Otrantur garantem que o novo sistema entra em funcionamento na segunda quinzena do próximo mês.

"A ideia é começar no dia 15, 16 ou 17, mas trabalhamos com a segunda quinzena, porque tem alguns ajustes operacionais para serem fechados, principalmente no que diz respeito à bilhetagem", diz Costa.

"A nossa bilhetagem está em fase de testes e é primordial que isso esteja funcionando 100%", completa Sales.

Segundo o diretor de operações, até o dia 10 de novembro todos os carros devem estar na cidade. "Sessenta micro ônibus já estão aqui".

INTEGRAÇÃO.

Todas as linhas municipais terão integração. O sistema reconhece trajetos de ida e volta, de forma que a operação só pode ser feita no mesmo sentido.

Segundo Sales, não será necessário passar pelo terminal para realizar a integração. Basta pegar o transporte em qualquer ponto de ônibus da cidade.

"Depois, vamos integrar com o VLT e, em uma segunda etapa, com os ônibus intermunicipais. Hoje estamos focando nas negociações com o VLT", declara Costa.

Ainda segundo o secretário, as negociações estão bem adiantadas, restando apenas ajustes da questão financeira. "Estamos negociando quanto vai ser a tarifa de integração, quanto fica para a Otrantur e quanto para a BR Mobilidade e com qual cartão será feita a integração".

NOVO SISTEMA.

Todos os bairros de São Vicente serão atendidos com 245 carros em 22 linhas. Os veículos vão circular em horários estendidos à noite e em finais de semana, com quatro linhas funcionando 24 horas. Do total de veículos, 16 são reservas caso haja necessidade de troca.

Para evitar fraudes, a nova frota terá biometria facial em todos os carros. "Se um estudante passar o cartão para a mãe dele, por exemplo, vai ficar registrado e avisar o sistema que houve fraude. O cartão vai ser inicialmente bloqueado e o usuário pode ter o benefício suspenso", afirma o secretário de Transportes.

O diretor de operações da Otrantur destaca que "o aplicativo irá melhorar a vida do usuário, porque ele não precisará mais ficar esperando no ponto. Ele vê em tempo real onde a linha está e se programa para chegar no ponto".

MOTORISTAS.

Parte dos atuais motoristas serão absorvidos pela Otrantur. Os novos trabalhadores passarão por um treinamento de postura do operador para aprender, entre outras coisas, a lidar com idosos e cadeirantes.

O processo seletivo ainda está sendo finalizado. Os contratados vão ser registrados com piso salarial da categoria, planos de saúde e odontológico e cesta básica. Os motoristas de micro ônibus receberão salário de R$ 1.870 e os dos ônibus convencionais R$ 2.900. Não haverá cobradores.