Condesb libera R$ 90 mil para projeto de desassoreamento do Rio Santo Amaro

O valor será destinado à elaboração do projeto de análise do solo do rio

Comentar
Compartilhar
27 FEV 201517h09

O Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista (Condesb) aprovou a liberação de R$ 90 mil para o desassoreamento, caracterização e destinação de resíduos dragados do Rio Santo Amaro. O valor será utilizado na 1ª fase da obra, que consiste na análise do solo do rio.

O anúncio foi feito na última terça-feira (24), durante reunião ordinária do Condesb, na sede da Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem), em Santos, com a presença da prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito e demais prefeitos da região e outras autoridades.

“Essa é uma obra de fundamental importância para a Cidade. Com a mudança climática e as fortes chuvas que temos tidos nos últimos anos, a população tem sofrido com as enchentes. Esse recurso, mesmo pequeno, é muito importante para o Município, pois vai permitir que a Secretaria de Recursos Hídricos, através do Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE), possa fazer a contratação do desassoreamento do Rio Santo Amaro. Hoje, os bairros estão no mesmo nível que o rio. Assim, durante as fortes chuvas, as águas de drenagem na têm para onde escoar, ficando represadas e causando enchentes. Isto se dá ao longo do Rio Santo Amaro e estas ocorrências são visíveis na região da Vila Edna, Vila Zilda, Santa Clara, Cachoeira e Santo Antônio”, ressaltou Antonieta.

Recuso será utilizado para a análise do solo do rio; Município já conquistou e aguarda liberação de recursos do Governo Estadual para contratação da empresa especializada para execução do serviço (Foto: Pedro Rezende/PMG)

Com a obra concluída, os problemas de enchentes de diversos bairros da cidade serão consideravelmente minimizados. Em discussões com o Governo do Estado de São Paulo, a prefeita Antonieta conseguiu convencer o governador Geraldo Alckmin sobre a urgência em realizar obras para resolver o problema. Para tanto cerca de R$ 6 milhões serão destinados pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) para a contratação da empresa especializada para a dragagem do rio Santo Amaro.

Com esse recurso do Condesb a Cidade vai poder realizar mais rapidamente a caracterização química e biológica do leito do rio Santo Amaro. Esta ação irá definir o que poderá ser feito com o material que for retirado dele.

Precatórios – Aproveitando a presença dos prefeitos da região, a prefeita Antonieta fez o convite para que os mesmos a acompanhem à Brasília, na próxima semana, quando ela estará em audiência com o Ministro do Supremo Tribunal Federal, José Antônio Dias Toffoli com o objetivo de sensibilizá-lo sobre a questão dos precatórios.

Precatórios são títulos de dívidas que uma prefeitura ou um estado emite para pagar quem ganha na Justiça processos contra o Poder Público (no caso de Guarujá, nenhum precatório surgiu em decorrência de alguma ação do atual governo, todos vieram de administrações passadas).

“Precisamos nos unir e nos fortalecer para reverter o atual quadro nacional. Não nos negamos a pagar, queremos fazê-lo, mas de maneira que não onere a receita do município e que isso coloque em risco a manutenção dos serviços básicos aos nossos moradores”.

Novo presidente – O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), foi eleito por unanimidade o novo presidente do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), e estará à frente do órgão de 27 de fevereiro deste ano até 26 de fevereiro de 2016. A vice-presidência do Condesb ficou a cargo de Luiz Carlos Rachid, diretor regional da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) e ex-prefeito de Bertioga.

A prefeita Antonieta parabenizou a atual gestão (que tem o prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes como presidente), que está se encerrando, pelo trabalho de parceria e pelos resultados alcançados. “Desejo felicidades e parabéns por ter aceitado o desafio e pela conduta que tiveram”. Já aos novos presidente e vice, a Chefe do Executivo desejou uma gestão profícua. “Tenho convicção que se registra um crescimento em cada gestão. Nossas ações estão sendo muito mais produtivas e os resultados muito maiores. Que possamos continuar no mesmo ritmo”, finalizou.