Concessão de Aeroporto Civil de Guarujá deve sair em junho

Recurso do Consórcio Guarujá Airport à Concorrência Pública n° 14/2016 foi deferido em fevereiro

Comentar
Compartilhar
13 MAI 2017Por Da Reportagem10h30
Aeroporto Civil Metropolitano será instalado na Base Aérea de Santos, no Distrito de Vicente de Carvalho; prefeito quer assinar contrato no dia do aniversário da cidadeAeroporto Civil Metropolitano será instalado na Base Aérea de Santos, no Distrito de Vicente de Carvalho; prefeito quer assinar contrato no dia do aniversário da cidadeFoto: Divulgação/PMG

O prefeito de Guarujá, Válter Suman, pretende assinar o contrato de concessão do Aeroporto Civil Metropolitano no dia 30 de junho, data do aniversário de emancipação político-administrativa da cidade.

“Nós vamos trabalhar no sentido de assinar o contrato de concessão do aeroporto no dia 30 de junho, com todas as exigências legais previstas em edital cumpridas”, disse o prefeito em visita à Base Aérea de Santos, no Distrito de Vicente de Carvalho, onde será instalado no aeroporto, na última quarta-feira (10).

Em conversa com o Tenente Coronel Jaílson Oliveira da Silva, comandante da Base Aérea, o chefe do Executivo reforçou a ideia de encerrar o processo licitatório no final de junho.

O prefeito visitou a Base Aérea acompanhado do secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário, Gilberto Benzi.

Para o prefeito, Guarujá é uma cidade de características únicas. “Além da capacidade turística devido às praias e toda a beleza natural, contamos também com um grande potencial portuário, ferroviário, industrial e o aeroporto será um importante vetor para o amplo desenvolvimento do município”, destacou.

Segundo o secretário Gilberto Benzi “após a homologação, o Aeroporto de Guarujá entrará em uma nova fase, a de engenharia e de estudo ambiental, para avaliar a preservação e impacto no meio ambiente da área destinada a construção dele. Esta última leva seis meses para ser concluída”, explicou.

O comandante da Base Aérea vê com bons olhos a implantação do Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá e se propõe a unir esforços junto ao Executivo e Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Portuário para a viabilização do projeto.

“A gente tem plena convicção de que o aeroporto vai acontecer, mas para isso precisa passar por alguns trâmites burocráticos que serão evidentemente sanados pela atual administração e, o que estiver ao nosso alcance, estaremos a disposição para colaborar. O aeroporto decolando, Guarujá decola também”, ressaltou.

O projeto prevê voos comerciais de pequeno e médio porte, aviação executiva e helicópteros, além da construção do terminal de passageiros, estacionamento para veículos de passageiros, de funcionários, táxis e pátio de aeronaves. A pista existente passará por uma requalificação geral incluindo a ampliação em 300 metros da sua cabeceira.
 
Concessão

No dia 14 de fevereiro foi publicado no Diário Oficial do município, o deferimento do recurso interposto pela Consórcio Guarujá Airport que deu seguimento à Concorrência Pública n° 14/2016, que prevê a concessão para a construção, exploração e manutenção do Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá (ACMG).