Cotidiano

Comissão critica papa Francisco por dar aval a castigos físicos contra crianças

Eles afirmaram que não há espaço para a disciplina física e que o painel irá fazer recomendações ao papa sobre a proteção de crianças em casos de castigo corporal

Publicado em 07/02/2015 às 15:16

Compartilhe:

Os membros da comissão do Vaticano para tratar de questões relativas ao abuso sexual criticaram os comentários do papa Francisco sobre punições corporais a crianças, impostas por seus pais. Para o Pontífice, é aceitável que pais batam em seus filhos desde que sua dignidade seja respeitada.

Em resposta, os integrantes da comissão afirmaram que não há espaço para a disciplina física e que o painel irá fazer recomendações ao papa sobre a proteção de crianças em casos de castigo corporal. "Não se bate em crianças", afirmou um dos membros, Peter Saunders.

Para o Pontífice, é aceitável que pais batam em seus filhos desde que sua dignidade seja respeitada (Foto: Riccardo de Luca/Associated Press/Estadão Conteúdo)

Todos os 17 membros da comissão se reuniram pela primeira vez esta semana e anunciaram progressos neste sábado. Eles dizem ter rascunhado políticas para responsabilizar os bispos que derem cobertura a padres pedófilos. Também serão organizados seminários para autoridades do Vaticano e bispos sobre a proteção de crianças. 

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Fenômeno que congelou as ondas na Argentina pode chegar ao litoral brasileiro?

Uma séria de combinações precisam ocorrer para que o gelo marinho apareça

Esportes

Clube do Litoral de SP tem crise financeira e dá 'calote' desde dezembro

O Diário do Litoral preparou uma linha cronológica sobre a situação vivida por jogadores, ex-atletas e funcionários

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter