Com cobrança, viagens de Bike Santos crescem 134%

Em janeiro deste ano, 42.643 viagens foram realizadas pelo novo sistema. No mesmo mês do ano passado, quando o serviço ainda era gratuito, foram feitas 18.125

Comentar
Compartilhar
22 FEV 2018Por Da Reportagem08h00
Desde o início da cobrança até o dia 31 de janeiro, 71.144 viagens foram realizadasFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A cobrança de passes para utilização do Bike Santos não impediu o crescimento do serviço. Em janeiro deste ano, 42.643 viagens foram realizadas pelo novo sistema. No mesmo mês do ano passado, quando o serviço ainda era gratuito, foram feitas 18.125. Dessa forma, houve um aumento de 134% no número de viagens no primeiro mês do ano, em comparação com o mesmo período de 2017.

“O novo contrato de gestão do Bike Santos entrou em vigor em 25 de setembro de 2017, mas a CET solicitou à Serttel (empresa operadora) a prorrogação da gratuidade por dois meses, e apenas em 26 de novembro foi instituído o pagamento do passe”, explica a Prefeitura.

Desde o início da cobrança até o dia 31 de janeiro, 71.144 viagens foram realizadas.  No mesmo intervalo de tempo, 16.346 passes foram vendidos. Sendo 7.863 passes diários; 4.298 mensais; 780 semestrais e 3.405 anuais.

Preços e regras

O valor para o passe diário é de R$ 5,00. Já o mensal custa R$ 10,00. Quem pretende aderir ao plano semestral paga R$ 8,30 por mês, e ao plano anual R$ 7,50 por mês.

As bikes podem ser retiradas diariamente, entre 6h e 23h, para viagens de 45 minutos com intervalos de, no mínimo, 15 minutos. Não há limite de número de viagens, desde que respeitadas as regras.