Codesp pode ter nova diretoria até o final do mês

Anúncio foi feito pelo ministro dos Portos, Pedro Brito, que participou ontem do II Fórum Brasil de Comércio Exterior

Comentar
Compartilhar
03 MAR 201318h38

O ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos, Pedro Brito, afirmou, ontem, que a nova diretoria da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) deverá ser anunciada até o final do mês pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Brito participou ontem do último dia do II Fórum Brasil de Comércio Exterior, no Mendes Convention Center, em Santos, que reuniu prefeitos, sindicatos e empresários do ramo de comércio exterior.

O ministro disse que a Medida Provisória que torna a Secretaria Especial de Portos, ministério, deverá ser votada e aprovada na próxima semana, no Senado. A partir daí, iniciam as mudanças no alto escalão em todas as companhias docas do país. As nomeações de técnicos e engenheiros especialistas na área portuária já começaram pela Companhia Docas do Pará.

Pedro Brito não mencionou nomes, mas afirmou que há profissionais de carreira da Codesp gabaritados para ocupar cargos na diretoria da estatal e que esta pode ser a oportunidade, mas que a escolha dos nomes caberá ao presidente Lula.

Quanto a dragagem de aprofundamento que se encontra em processo de licenciamento ambiental, Brito salientou que se reúne nesta sexta-feira com o Ibama para os últimos acertos. Já sobre a dragagem de manutenção, o ministro disse que em breve deverá ser aprovada a Medida Provisória que prevê, entre outras coisas, a gestão ambiental pelas companhias docas. O ministro disse ainda que conversou com o secretário de Estado do Meio Ambiente, Xico Graziano, sobre o aumento da retirada de sedimentos do estuário que poderá aumentar dos atuais 300 mil m³ permitidos para 500 mil m³. A medida ainda está em fase de estudos.

Marina Porto de Santos

Continua o impasse na liberação do projeto Marina Porto de Santos — complexo turístico portuário nas áreas dos armazéns 1 ao 8. Brito disse que pela Secretaria de Portos e pela Codesp o projeto está aprovado, faltando apenas a resolução de uma pendência do Município com o Ministério Público estadual. Já o secretário de Assuntos Portuários e Marítimos de Santos, Sérgio Aquino, afirmou que desconhece essa pendência com o MP e que a Prefeitura aguarda um parecer do ministro sobre a aprovação do projeto com as alterações propostas pela Codesp. ”Estamos aguardando uma reunião com a Secretaria de Portos para os próximos dias para discutir a revisão do documento”.