Cidades da Baixada estão em estado de atenção

Morros estão sob monitoramento e vistoria da Defesa Civil.

Comentar
Compartilhar
18 DEZ 201215h45

Algumas cidades da Baixada Santista sofreram com as chuvas do último final de semana. Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão permanecem em estado de atenção, por conta do grande volume de água. Em Praia Grande, a Defesa Civil observa as áreas que, normalmente, são mais afetadas.

Em Cubatão, o contingente de técnicos aumentou durante o final de semana. O grupo atendeu ocorrências e tomou medidas de prevenção nas áreas de risco nos bairros Cota e outros locais.  Às 18h05 de domingo (16), ocorreu um deslizamento de terra na Cota 200, que atingiu paredes de uma casa, sem causar vítimas. A moradora deixou a residência para abrigar-se em casa de parentes. Outro deslizamento foi registrado no Morro do Índio, na Vila Esperança. Houve ainda pontos de alagamento na Avenida Tancredo Neves, Rua Terezinha, Avenida Giusfredo Santini; no Jardim Caraguatá e nas ruas e vielas da Vila Noé.
 
Em Santos, o volume de chuva foi de 138 milímetros. De acordo com o coordenador da Defesa Civil do Município, quando o volume de água ultrapassa os 100 milímetros, a Cidade já entra em estado de atenção, com vistoria constante nos morros e áreas de risco. Houve deslizamentos de terra nos morros José Menino e Monte Serrat, além da queda de três árvores.
 
São Vicente está em estado de atenção desde sábado, no entanto, segundo a Defesa Civil da Cidade, não houve nenhuma ocorrência grave. O volume de água foi de 153 milímetros. O comum é ficar nos 60 milímetros.
 
As fortes chuvas também não causaram nenhum dano aos moradores de Guarujá, no entanto a Cidade entrou em estado de atenção. Segundo a Defesa Civil, só no sábado choveu 96,9 milímetros, ou seja, aproximadamente 40% do esperado para o mês de dezembro inteiro, que é de 240 milímetros. Ainda segundo o departamento, nos últimos três dias choveu o equivalente a 135,5 milímetros, o que deixou o estado dos morros em atenção. 
 
Por conta da forte chuva, árvores cairam em ruas de Cubatão. (Foto: DL)