Cidade alemã revoga cidadania honorária de Hitler

A votação unânime ocorreu apenas alguns dias depois de os vereadores de Dietramszell terem se recusado a adotar uma resolução denunciando o ato de 1933

Comentar
Compartilhar
18 DEZ 201316h09

A Câmara dos Vereadores de uma cidade da Baviera revogou em votação unânime o título de cidadão honorário concedido a Adolf Hitler 80 anos atrás.

A votação unânime ocorreu apenas alguns dias depois de os vereadores de Dietramszell terem se recusado a adotar uma resolução denunciando o ato de 1933.

O assunto voltou à tona porque um arquivista descobriu recentemente que Hitler e o presidente que o nomeou chanceler, Paul von Hindenburg, eram cidadãos honorários de Dietramszell.

Na semana passada, a Câmara levou o assunto a votação, mas o placar terminou 8 a 8 e os vereadores alegaram que "não caberia a eles reescrever a história".

A Câmara dos Vereadores de uma cidade da Baviera revogou em votação unânime o título de cidadão honorário concedido a Adolf Hitler 80 anos atrás (Foto: Associated Press/EStadão Conteúdo)

A decisão causou comoção e o prefeito da cidade, Thomas Gerg, propôs a anulação do título de cidadão honorário concedido a Hitler.

Na audiência que precedeu a votação, nesta quarta-feira, uma mulher que perdeu a família inteira no Holocausto fez um discurso emocionado. O título acabou cassado em votação unânime.