X
Cotidiano

Ciclovia da Rua João Pessoa, em Santos, ganha mais um trecho de proteção

A medida visa oferecer mais segurança para pedestres e ciclistas e organizar o posicionamento dos ambulantes que atuam no local

A estimativa é de que o serviço no Centro Histórico seja concluído nesta sexta (2) / Divulgação/PMS

Começou nesta quinta-feira (1º) a instalação de barras de ferro nas laterais da ciclovia da Avenida João Pessoa, trecho de 60 metros entre as ruas Itororó e Frei Caneca. A estimativa é de que o serviço no Centro Histórico seja concluído nesta sexta (2). A medida visa oferecer mais segurança para pedestres e ciclistas e organizar o posicionamento dos ambulantes que atuam no local.

"Na próxima semana será plantada a faixa de cerca viva de vegetação. Simultaneamente, começa a ser preparado o material que será instalado na extensão da Rua Frei Caneca até a Rua Dom Pedro II", diz o subprefeito da Região Central Histórica, Cláudio Marques Trovão.

O primeiro local da ciclovia a receber a intervenção, que serviu como teste, foi o intervalo entre as ruas Itororó e Martim Afonso. Foi um projeto piloto desenvolvido em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da região central. A implantação da melhoria seguirá até atingir a Praça dos Andradas.

Reaproveitamento

As barras de 1,5 a 2 metros de comprimento são curvadas, pintadas e afixadas no solo com altura de 75 cm, deixando espaços para a travessia de pedestres. O material das barras foi reaproveitado. São braços de lâmpadas de postes que foram substituídos na implantação de iluminação em LED, em vários pontos da Cidade.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Anvisa aguarda dados da Pfizer sobre variante delta para decidir sobre vacina para crianças

Ministério da Saúde prevê, no plano de vacinação do próximo ano, imunizar 70 milhões de crianças, o que depende de aprovação da agência

Saúde

Cubatão reduz para 4 meses o intervalo da dose adicional da vacina

A nova orientação vale para todas as pessoas a partir de 18 anos que tomaram as duas doses há pelo menos 120 dias

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software