X
Cotidiano

Ciclistas do Itapema partem para Aparecida nesta sexta-feira

5ª Romaria dos Ciclistas do Itapema partirá de Vicente de Carvalho, em Guarujá, com destino ao Santuário Nacional

Aventura religiosa acontece pelo quinto ano consecutivo e a cada edição ganha mais força; atividade é uma tradição do período / Divulgação

Um grupo composto por 28 homens enfrentará mais de 250 quilômetros de estrada, pedalando, em nome da fé. Os devotos de Nossa Senhora Aparecida realizam a 5ª Romaria dos Ciclistas do Itapema, partindo do Distrito de Vicente de Carvalho, em Guarujá, na noite desta sexta-feira (12). O destino é o Santuário Nacional de Aparecida, no município que leva o nome da Padroeira do Brasil. A aventura religiosa acontece pelo quinto ano consecutivo e a cada edição ganha mais força. A atividade é uma tradição no período litúrgico da Quaresma.

O ponto de partida será a Paróquia Nossa Senhora das Graças - Matriz de Vicente de Carvalho (Rua Padre Anchieta, 106 - Vila Alice), onde os Ciclistas do Itapema participarão da missa das 19h30 de sexta-feira (12). Na celebração, será realizada a bênção das bicicletas e dos ciclistas. Cada um dos aventureiros fará doações de alimentos à comunidade.

Em seguida, os romeiros se concentram na Praça 14 Bis, no coração de Vicente de Carvalho, de onde pretendem sair às 21h30. Um veículo e apoio com duas pessoas e uma bicicleta acompanham o trajeto, realizando filmagens de trechos da aventura estrada afora.

Os ciclistas estimam que, por volta de 15 horas, terá a parada para almoço em Caçapava e a chegada no primeiro ponto de descanso: um hotel no município de Taubaté, entre 16 e 17 horas de sábado (13).

Lá eles irão jantar e dormir. A nova partida acontece na manhã de domingo (14), às 6 horas, quando retomam o percurso.

Enquanto estiverem pedalando rumo a Aparecida, seus parentes embarcarão em um ônibus, em Guarujá, logo ao amanhecer, para o mesmo destino. A proposta é que, por volta de 11 horas, as famílias acolham os romeiros na chegada ao Santuário Nacional de Aparecida, na histórica Basílica que leva o nome da Padroeira do Brasil, para participarem da missa de domingo juntos.

Aparição

Era outubro de 1717, três pescadores - João Alves, Felipe Pedroso e Domingos Garcia - ficaram encarregados de conseguir peixe para a festa que a Vila de Santo Antônio de Guarantinguetá iria oferecer ao governante da capitania hereditária de São Paulo e Minas de Ouro, que estava de passagem pela região. O problema é que, naquela época, não era tempo de peixe naquele mês.

Após várias tentativas puxando a rede no Rio Paraíba do Sul, um pedaço do corpo de uma imagem de Nossa Senhora Conceição apareceu para os pescadores. Curiosos, eles lançaram a rede mais uma vez e pescaram a cabeça da imagem, que se encaixou perfeitamente ao corpo.

A partir daí nasceu a devoção à Nossa Senhora Aparecida, o "rosto" brasileiro de Maria, mãe de Jesus, Nossa Senhora. Em sequência, foi proclamada Rainha em 1904 e Padroeira do Brasil em 1930. Este ano a aparição da imagem completa 302 anos.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Moto do Homem de Ferro chega por menos de R$ 30 mil às concessionárias

A Yamaha dá continuidade à parceria com a Marvel e lança a edição especial e limitada Homem de Ferro da naked MT-03

Artigo

Liderar é...

Não pode haver ideia de líder e liderança sem uma amplitude do conceito de 'pessoa'

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software