Chuva e acidentes provocam trânsito recorde em SP

Às 11h30, a lentidão chegou a 176 km de filas, mas a CET só registra os dados históricos dos engarrafamentos dentro dos horários de pico, ou seja, entre 7h e 10h

Comentar
Compartilhar
26 NOV 201311h15

Chuva, acidentes e manifestação contribuíram para o pior congestionamento no período da manhã no ano, ontem, 25, em São Paulo: 156 km de lentidão, às 10 horas, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O recorde anterior havia sido de 151 km, às 9 horas, em 23 de setembro. O congestionamento continuou acima da média durante todo o dia.

Às 11h30, a lentidão chegou a 176 km de filas, mas a CET só registra os dados históricos dos engarrafamentos dentro dos horários de pico, ou seja, entre 7h e 10h. Ontem, o índice ficou bem acima da média esperada para o horário, que, de acordo com a CET, varia entre 67 km e 93 km.

Para a companhia, o que prejudicou o deslocamento foram a chuva e 22 acidentes de trânsito em vias importantes da cidade, entre elas as Marginais do Tietê e do Pinheiros, a Radial Leste e as Avenidas 23 de Maio, Bandeirantes e Marquês de São Vicente.

Além disso, uma manifestação de vigilantes percorreu vias da região central, como as Ruas Líbero Badaró e Consolação e as Avenidas Ipiranga e Paulista. Esse protesto teve início por volta das 8h30, segundo a CET.

O recorde anterior havia sido de 151 km, às 9 horas, em 23 de setembro. O congestionamento continuou acima da média durante todo o dia (Foto: Divulgação)

Para piorar, alguns semáforos apresentaram defeito. A reportagem contou 11 aparelhos apagados pela manhã. Esses equipamentos estavam em vias de grande circulação, como a Avenida Professor Luís Ignácio de Anhaia Mello, na zona leste, e a Rua Bom Pastor, na zona sul.

Outros seis equipamentos estavam no amarelo piscante de manhã. No início da tarde, mais cinco semáforos entraram nessa modalidade. Grande parte desses aparelhos estava na zona leste.

Em nota, a CET informou que seus agentes estavam "nas ruas, operacionalizando o trânsito e orientando os usuários" e recomendou aos motoristas que, se possível, "utilizassem o transporte público em seus deslocamentos".

Fim do dia

O trânsito também esteve acima da média à tarde - mas longe do recorde histórico, registrado às 18h do dia 14, na saída para o feriado prolongado da Proclamação da República, quando a CET relatou 309 quilômetros de lentidão.

Ontem, nesse mesmo horário, havia 216 quilômetros de lentidão nas vias monitoradas pela companhia. A média para o horário é de 150 quilômetros. Meia hora depois, a situação era ainda pior: 255 km de lentidão - 29,9% das vias monitoradas apresentavam congestionamento.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a chuva de ontem foi classificada como de "fraca intensidade".

O trânsito permanecia acima da média até as 20h. Às 19h50, havia 236 km de lentidão - 91% acima da média do horário (123 km).