Chorinho é celebrado no Instituto Histórico e Geográfico de SV nesta sexta-feira

Estilo musical brasileiro do século XIX é tema de espetáculo musical e exposição

Comentar
Compartilhar
20 ABR 2018Por Da Reportagem17h38
O Instituto receberá às 19h um espetáculo em homenagem ao centenário de Jacob do BandolimO Instituto receberá às 19h um espetáculo em homenagem ao centenário de Jacob do BandolimFoto: Reprodução/Facebook

Em comemoração ao Dia Nacional do Choro, celebrado no dia 23 de abril, o Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente terá uma noite especial nessa sexta-feira (20). Dedicada à arte do Chorinho, o Instituto receberá às 19h um espetáculo em homenagem ao centenário de Jacob do Bandolim e a abertura da exposição Dia Nacional do Choro.

A apresentação é organizada pelo músico Jorge Maciel, que tocará chorinhos com mais 12 músicos, mostrando alguns clássicos em um tributo ao centenário de Jacob do Bandolim, músico, cantor e compositor de chorinhos natural do Rio de Janeiro.

O Choro é um ritmo musical brasileiro originado no Rio de Janeiro em meados do século XIX que tem como instrumentos típicos violões diversos, bandolim, flauta, cavaquinho e o pandeiro.

Além disso, o Instituto Histórico recebe a exposição Dia Nacional do Choro, do dia 20 a 30 de abril. A mostra trará cerca de 40 itens como fotos e objetos históricos ligados ao estilo musical, incluindo um violão que pertenceu ao grupo paulistano Demônios da Garoa. O acervo vem do Instituto Jacob do Bandolim, sendo organizado pelo músico e maestro Mario Xavier de Moura.

A entrada é franca, podendo ser doado um quilo de alimento não perecível que será repassado a entidades assistenciais. O evento conta com o apoio da Prefeitura de São Vicente por meio da Secretaria de Cultura (Secult) e do Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (Rua Frei Gaspar, 280 – centro).