X
Cotidiano

Chicago Bar faz ‘upgrade’ em famosa costela ao molho barbecue de Santos e conquista público

A costela suína é deixada mais tempo assando no bafo e é infusionada novamente no molho barbecue; “A gente desafia o cliente perguntando se é a melhor costela suína da vida dele”, diz um dos sócios

Luis Balseiro, um dos sócios, vibra com a aceitação do público; foto em evento à imprensa realizado no último dia 30 / Nair Bueno/DL

Em tempos de retomada econômica, o Chicago American Bar, recém-inaugurado no Boqueirão, em Santos, apostou em um “upgrade” de uma famosa costela suína ao molho barbecue da Cidade como um dos carros-chefes do cardápio e já conquista e consolida público.

“A gente desafia o cliente perguntando se é a melhor costela suína da vida dele”, diz um dos sócios, Luis Balseiro, 42, que comemora a aceitação.

Essas costelinhas (“Pork Ribs”) já tem uma história de mais de 10 anos na Cidade e o “upgrade” é da receita que era executada pelo chef Miguel Santana, o Miguelito, 38, em um bar e restaurante temático australiano no Boqueirão.

A costela agora fica mais uma hora assando no bafo com o molho barbecue e depois é infusionada novamente no molho. A apresentação é em forma de uma fogueira alta. A porção média sai por R$ 72 e a grande custa R$ 96 - ambas acompanham fritas.

A pizza típica de Chicago, “Deep Dish Pizza”, em formato de torta, também é um dos destaques da casa e exclusividade em Santos. Nas servidas pela casa, são 22 centímetros de diâmetro e quatro de altura, conforme ressalta o sócio Luis Balseiro. A de mussarela sai a R$ 58 e há mais nove sabores, entre eles Pepperoni (R$ 64).

Na parte gastronômica ainda há hot dogs com receitas típicas norte-americanas, burguers, massas, balde de pipoca - para acompanhar jogos esportivos -, saladas e “finger snacks”, como o enroladinho de rúcula, que conta com copa e cream cheese.

O estabelecimento fica na Rua Minas Gerais, 60, no Boqueirão, onde antes funcionava a Adega Santista. Houve uma readequação dos espaços e a decoração é completamente nova.

Enquanto a Adega Santista tinha um público mais voltado para a noite, o Chicago American Bar atende das 12h até o último cliente, por volta das 2h.

O bar, com balcão, tem coquetéis assinados pelo barman Hudson Augustus, 28.

“A gente veio trazendo elementos pensados no perfil norte-americano. A gente tem coquetéis com bourbons, que são muito fortes nos EUA, a gente tem coqueteis mais refrescantes, mais na pegada da coquetelaria tiki que traz muito isso e Chicago tem muito disso”, afirma Augustus.

Um dos destaques é o Chicago Tea (R$ 23), com vodca, limão tahiti, chá mate, suco de pêssego e xarope de açúcar.

Na parte superior do Chicago ainda funciona o clube de pôquer HG, de domingo a sexta-feira. “Teremos torneios de pôquer para os jogadores recreativos e profissionais. E aproveitamos todo a estrutura do bar e do bom atendimento que tem o Chicago para todos os clientes que vem jogar”, afirma o responsável pelo clube, Fabio Barazal.

BODEGUITA.

No espaço onde funcionava uma balada na Adega Santista será instalada a Bodeguita da Vila, com carnes nobres importadas, como wagyu, e vinhos. Os clientes do Chicago poderão, inclusive, comprar carnes na bodeguita para preparo no restaurante.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Recuperado da covid-19, Carille comanda treino, mas não irá a campo neste sábado

Carille só poderá comandar o Santos no clássico contra o Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo, pela terceira rodada do Estadual

Política

Lula celebra fim do caso tríplex e ataca Moro

A juíza Pollyanna Alves, da 12ª Vara Federal Criminal de Brasília, arquivou o processo contra o ex-presidente em decisão tomada nesta quinta-feira (27). Na ação, o ex-presidente era acusado de lavagem de dinheiro e corrupção

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software