Chega a 100 horas o combate ao incêndio que atinge a Alemoa

Já foram utilizados mas de 5 bilhões de litros de água no combate às chamas. Neste momento, dois tanques com gasolina estão pegando fogo. No total, seis cilindros foram atingidos

Comentar
Compartilhar
06 ABR 201516h38

*Com conteúdo Estadão Conteúdo

Já dura mais de 100 horas o combate ao incêndio que atinge os tanques da Ultracargo/Tequimar, na área industrial da Alemoa, em Santos. Os bombeiros acreditam que hoje, a situação deve ser contornada. Porém, devido ao forte vento que atinge a Baixada Santista, na tarde desta segunda-feira (6), o trabalho voltou a ser dificultado. Já foram utilizados mas de 5 bilhões de litros de água no combate às chamas. Neste momento, dois tanques com gasolina estão pegando fogo. No total, seis cilindros foram atingidos.

O pátio tem 58 tanques, que armazenam etanol, gasolina, óleo diesel, óleos vegetais, fertilizantes líquidos e outros produtos químicos, incluindo solventes. No total, a Ultragargo é dona de 175 tanques, espalhados por uma área de 190 mil metros quadrados.

Um relatório preliminar enviado pela Ultracargo para a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) na noite deste domingo 5, aponta que o incêndio alterou a qualidade da água do mar no Canal do Estuário, o que pode ter causado a morte de milhares de peixes.

"A água usada para conter as chamas foi despejada no estuário pelo sistema de escoamento da Ultracargo contaminada com combustível, provocando alteração da temperatura e saturação do oxigênio, provavelmente causando a morte dos peixes", diz Cesar Eduardo Padovan Valente, gerente da agência ambiental da Cetesb em Santos.

De acordo com o especialista, entre os animais mortos estão bagres, garoupas e outras espécies, com até 70 centímetros de comprimento. Uma empresa está recolhendo os peixes mortos.

O documento, que foi solicitado à Ultracargo pela Cetesb, também detectou alteração na qualidade do ar no entorno do local do incêndio. Um equipamento do Exército deve começar a fazer nesta segunda-feira, 6, o monitoramento do ar na região.

(Foto: Facebook/Corpo De Bombeiros Pmesp)

Leia também: 

Incêndio atinge tanques de álcool, no bairro da Alemoa, em Santos
Combate às chamas na Alemoa pode durar até quatro dias
Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar questiona efetivo dos bombeiros
Bombeiros comparam ação nos tanques a um "dragão preso em uma gaiola"
Cesteb descarta impacto ambiental por conta do incêndio na Alemoa
Incêndio na Alemoa não tem previsão para acabar
Quarto tanque é atingido e explode em incêndio na Alemoa
Gabinete de Crise é instalado em combate ao incêndio

Surgimento de peixes mortos em Cubatão pode estar relacionado ao incêndio
Incêndio na Alemoa: Fogo atinge apenas dois tanques
Incêndio em Santos pode acabar nesta segunda-feira
Região pode sofrer com chuva ácida
Fumaça de incêndio pode aumentar demanda nos prontos-socorros
Incêndio em Santos impede navio de etanol de atracar

Veja vídeos do incêndio: 

Vídeo incêndio - Via Whatsapp / Vídeo Incêndio 2 - Via WhatsApp / Explosão nos tanques da empresa Ultracargo