CET - Santos inicia campanha de conscientização com idosos

Equipes da CET - Santos e projeto Vovô Sabe Tudo realizarão palestras e distribuição de folhetos nos locais frequentados por eles

Comentar
Compartilhar
02 MAI 201112h38

Os idosos são as maiores vítimas de acidentes de trânsito devido à desatenção e às limitações físicas e visuais. Segundo levantamento da CET-Santos realizado em 2010, 102 acidentados de um total de 367 tinham 60 anos ou mais, o que representa 27,8% do total de vítimas de atropelamentos. Em relação às vítimas fatais, os índices são ainda mais preocupantes.

Dos 26 óbitos de pedestres no trânsito, 14 eram idosos. Com o intuito de minimizar os riscos, começou ontem em Santos, a campanha ‘Vovô no trânsito mostra sua maturidade’. A campanha é uma parceria da Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET-Santos), Projeto Vovô Sabe Tudo da Prefeitura de Santos e Cine Roxy.

Segundo o presidente da CET-Santos, Rogério Crantschaninov, além da população idosa de Santos ser o dobro da média nacional houve uma preocupação em conscientizar esse público no sentido de que mais da metade das vítimas fatais de atropelamentos tinham mais de 60 anos de idade, segundo apurado no levantamento.

A campanha consiste na realização de palestras e distribuição de folhetos explicativos aos idosos nos locais que freqüentam. A campanha educativa será levada aos centros de convivência, bailes da terceira idade, casas de acolhimento de idosos e até nos supermercados.

A primeira visita aconteceu na tarde de ontem na Casa Dia Mãezinha Joana. Lá, os freqüentadores assistiram a palestra ministrada pela ludoeducadora do Projeto Vovó Sabe Tudo, Marilene Rossi Converso, de 70 anos, que alertou para os cuidados e os riscos no trânsito.

Marilene, que ainda dirige, está otimista no sucesso da conscientização, pois acredita que todo mundo sempre tira algum aprendizado das coisas. “Eu dirijo e também sou pedestre, então procuro me colocar no lugar deles porque nessa idade os idosos ficam mais desatentos e apressadinhos e não pode, tem que esperar para atravessar a rua e atravessar devagar”, afirmou Marilene.

“Eu achei ótimo. O idoso fica desligado e embora a gente tome cuidados precisa sempre de uma orientação”, afirmou dona Apparecida Maria do Carmo, de 74 anos, freqüentadora da Casa Mãezinha Joana.

Outra espectadora que gostou da palestra foi dona Esterde Almeida, de 83 anos. “A palestra é importante para evitar acidentes. Eu adorei!”, declarou. Dona Ester que é freqüentadora da Casa Mãezinha Joana há dois anos foi atropelada há cerca de 20 anos por um carro, após cair de um ônibus. O acidente deixou seqüelas e dona Éster se locomove com o apoio de uma bengala.

Filme

A parceria inédita entre a CET e o Cine Roxy viabilizou a exibição de um filme educativo nas salas de cinema, mostrando o comportamento correto dos idosos no trânsito e sensibilizando os mais novos a auxiliá-los nas travessias. A veiculação do vídeo é feita antes do filme principal em duas salas do Roxy Gonzaga (Av. Ana Costa, 443) e uma do Roxy Pátio Iporanga (Av. Ana Costa, 465).

Visitas

Hoje, a equipe visita às 9h30 e às 14h30, o Projeto Vovô Sabe Tudo (Av. Presidente Wilson, 143, José Menino); dia 4, às 9h30, o Centro Comunitário Arco-Íris/Projeto Movimente-se com a Música e a Dança (R. João Fracarolli, s/nº, Bom Retiro); dia 5, às 16 horas, o Centro de Convivência Vida Nova (Av. Presidente Wilson, 143, José Menino); e dia 6, às 15 horas, o Centro de Convivência Isabel Garcia (R. Barão Paranapiacaba, 14, Encruzilhada).

Orientações da CET-Santos aos idosos

Atravessar sempre na faixa de pedestres, prestar atenção às cores do semáforo, andar sempre em linha reta, cuidado com obstáculos na rua, nunca atravessar a rua na frente do ônibus e não ter pressa, não correr.