Cerca de 700 imigrantes estão desaparecidos no Mediterrâneo após naufrágio

Cerca de 28 pessoas sobreviveram e contaram às autoridades que a embarcação virou no momento em que os passageiros correram para um dos lados

Comentar
Compartilhar
19 ABR 201511h47

Aproximadamente 700 imigrantes estão desaparecidos no Mar Mediterrâneo após o naufrágio de um barco que seguia da Líbia para a Itália na madrugada de sábado para domingo, informou a Comissão das Nações Unidas para Refugiados.

Cerca de 28 pessoas sobreviveram e contaram às autoridades que a embarcação virou no momento em que os passageiros correram para um dos lados, depois de avistarem um navio mercantil.

A imprensa italiana informou que a Guarda Costeira está na região em busca de sobreviventes.

A rota entre a Líbia e a ilha de Lampedusa, no Mar Mediterrâneo, é um caminho comum para imigrantes da África e Oriente Médio, mas nos últimos anos tornou-se uma das mais mortais. Mais de 200 mil já realizaram a travessia para chegar à Europa e mais de 3 mil morreram somente no ano passado.