X
Cotidiano

CDHU parcela dívida de inadimplentes na Baixada Santista

Na Baixada Santista, são 4.831 mutuários inadimplentes, com uma dívida total de R$ 17,2 milhões

No total, os valores a serem renegociados pela CDHU atingem R? 221 milhões, que serão reinvestidos na construção de mais moradias populares / DIVULGAÇÃO/GOVERNO DE SP

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), empresa pública vinculada à Secretaria de Estado da Habitação, enviou à casa de 74.084 mutuários do Estado com três ou mais prestações em atraso uma proposta de acordo para parcelamento da dívida até o final do contrato de financiamento. No total, os valores a serem renegociados pela companhia atingem R? 221 milhões, que serão reinvestidos na construção de mais moradias populares. Na Baixada Santista, são 4.831 mutuários inadimplentes, com uma dívida total de R? 17,2 milhões.

Pela proposta enviada, cada um dos mutuários inadimplentes recebe em sua casa um boleto personalizado, já calculado o valor da entrada que corresponde a no máximo 10% de toda a dívida, com data de pagamento para 26 de agosto. O valor da entrada não pode ultrapassar R? 1,5 mil. O mutuário também é informado na carta qual será o valor mensal das prestações futuras do acordo.

Depois de efetuar o pagamento desta parcela de entrada, o mutuário receberá um novo carnê, cujas prestações já vão incluir os valores atrasados acordados. "Trata-se de uma ótima oportunidade oferecida pela CDHU aos mutuários para eles possam regularizar seus débitos sem nenhuma burocracia, recebendo as informações por meio de carta em suas próprias residências", afirma o secretário de Estado da Habitação Flavio Amary. "Estar em dia com a CDHU garante ao mutuário preservar seu maior bem, a sua casa própria", explica.

De acordo com o presidente da CDHU, Silvio Vasconcellos, a maioria dos contratos administrados pela Companhia segue em dia. "É muito importante o pagamento das prestações pelos mutuários para seguirmos com os investimentos na construção de novas moradias. Desta forma, mais famílias de baixa renda também poderão realizar o sonho da casa própria", ressalta.

Outros 25.306 mutuários que estão com até duas parcelas atrasadas em todo o Estado, com débito médio de R? 611,52, também receberam em suas casas um boleto único para quitar o a dívida acumulada com isenção de juros e correção monetária. Neste caso, a data de pagamento é 27 de agosto.

Os mutuários inadimplentes que não receberam pelos Correios propostas de acordo e desejarem regularizar a situação devem acessar o site da CDHU ou ligar para o AlÔ CDHU (0800-000 2348).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Dois PMs morrem com suspeita de febre maculosa durante curso

Vítimas eram instrutores da COPC, que teve uma fase de curso em área de mata. Casos seguem em análise pela Fiocruz

Se já estava ruim, vai piorar! Petrobras anuncia novo aumento nas refinarias

Reajuste passa a valer nesta terça-feira (26) para gasolina e diesel

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software