Casa de Acolhimento será inaugurada hoje em Santos

Prefeitura e Associação de Promoção e Assistência Estrela assinam parceria às 15 horas, na Avenida Rodrigues Alves, 325

Comentar
Compartilhar
05 DEZ 201310h25

A Prefeitura assina hoje, às 15h, na Avenida Rodrigues Alves, 325, parceria com a Associação de Promoção e Assistência Estrela do Mar para o funcionamento da Casa Belém. A entidade ligada à igreja católica vai oferecer acolhimento e tratamento médico para a população em situação de rua dependente de álcool e outras drogas. A inauguração será feita pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa e pelo bispo diocesano, dom Jacyr Francisco Braido.

O imóvel é alugado pela Secretaria Municipal de Saúde junto à Associação São Vicente de Paulo e foi preparado durante dois meses para prestar esse serviço. O local tem 60 vagas e o trabalho de convencer a pessoa a sair do vício será feito por seis voluntários, todos ex-moradores de rua.

Nos casos necessários, o apoio médico será prestado pela Unidade Básica de Saúde da Avenida Conselheiro Nébias e pela Senat (Seção Núcleo Atenção Tóxico Dependente).

Quem aceitar o trabalho terá 15 dias para refletir se continua no programa. Caso concorde, será encaminhado para São Bernardo do Campo, onde três sítios oferecem acomodações para 360 pessoas. Lá, a permanência vai de seis meses a um ano, com participação em atividades socioeducativas e religiosa.

Moradores de rua dependentes de álcool e outras drogas receberão abrigo e atendimento médico (Foto: Matheus Tagé/DL)

O coordenador da Casa Belém, Charles Antônio de Moraes, disse que a metodologia de trabalho aplicada é a mesma da Missão Belém, que surgiu em São Paulo, em 2006. Hoje o trabalho está em 70 cidades e já atendeu mais de 20 mil moradores de rua.