Carro furtado é recuperado com ajuda de câmeras OCR, em Praia Grande

Equipe do Canil, da Guarda Civil Municipal, conseguiu deter acusado

Comentar
Compartilhar
28 DEZ 2018Por Da Reportagem17h45
Câmeras de reconhecimento ótico de caracteres (OCR) ajudaram no casoCâmeras de reconhecimento ótico de caracteres (OCR) ajudaram no casoFoto: Divulgação/PMPG

Mais um carro foi recuperado na noite de quinta-feira (27), no Bairro Sítio do Campo, em Praia Grande, com o auxílio das câmeras de reconhecimento ótico de caracteres (OCR). Uma equipe da Guarda Civil Municipal (GCM) ainda conseguiu deter o acusado de ter praticado o furto momentos antes.

O Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe) recebeu o alarme de uma das câmeras que conta com o sistema chamado de “cerco eletrônico” a respeito de um veículo Montana que havia sido furtado na Rua Paraíba, no Boqueirão, e passado nas imediações do Terminal Tude Bastos.

Uma equipe do Canil da GCM também já havia sido contatada pela vítima e fazia patrulhamentos pelas imediações, conseguindo identificar a Montana na Rua Dona Olga Villanova, ocupada por dois homens.

O veículo foi abordado e foi solicitado apoio da Polícia Militar. Nesse meio tempo, o proprietário do veículo compareceu ao local com uma gravação em vídeo do momento do furto, possibilitando o reconhecimento de um dos suspeitos como o autor do delito. Conforme apurado na Delegacia-sede, o outro rapaz encontrava-se em indulto de Natal.

Investimentos - Com o maior parque tecnológico da Baixada Santista, Praia Grande é a cidade que mais investe em equipamentos voltados à segurança. Uma mostra disso é que o chamado “cerco eletrônico” vai continuar em expansão em 2019.

Atualmente com 106 pontos monitorados pelas câmeras OCR, a Cidade deverá contar logo nos primeiros meses de 2019 com mais 64 câmeras dotadas com este software, totalizando 170 pontos.

Graças a este sistema, qualquer veículo que acesse a Cidade é automaticamente identificado, facilitando o trabalho de investigação ou a localização de carros e motos que eventualmente sejam furtados ou roubados. Dessa forma, assim que o crime é comunicado à Polícia Militar ou Guarda Civil Municipal (GCM) já é possível realizar as buscas pelos pontos “cercados”, antes mesmo da elaboração de Boletim de Ocorrência.