Carnaval de Cubatão valoriza a Cultura Popular do Nordeste

Reisado sergipano, bumba-meu-boi e até oficina de frevo fazem parte dos quatro dias de folia na cidade.

Comentar
Compartilhar
30 JAN 201318h50

A Cultura Popular do Nordeste, berço das manifestações do Carnaval, terá lugar de destaque em Cubatão este ano. O Carnaval da cidade contará com apresentação de Reisado, Bumba-meu-boi, Maracatu e Frevo. Com uma programação diversidade, de 9 a 12/2, vários bairros da cidade receberão matinês e bailes, às 15h e 20h, onde cerca de 100 artistas se apresentarão nos palcos.

O Reisado Sergipano e Bumba-meu-boi de Guarujá é um dos grupos convidados. Valorizando a dança popular, agrega grande número de bailarinos e é um espetáculo bastante popular, de origem portuguesa, que instalou-se em Sergipe no período colonial. Serão dois grupos folclóricos autênticos que participam da festa: o Reisado Sergipano e Bumba Meu Boi de Guarujá e o Reisado Mirim Mestre Zacarias de Matos. A apresentação acontece dia 9/2, às 19h, na Ilha Caraguatá.

O projeto é realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura por meio do Proac - Programa de Ação Cultural. Fundado em 1966 pelo Mestre Zacarias, juntamente com a Sra "Baronesa Esther Karwinsky" (madrinha do Reisado), o trabalho começou no Povoado Colônia Miranda, no município sergipano de São Cristóvão. Em 2007, foi fundada a Associação Folclórica Reisado Sergipano e Bumba Meu Boi de Guarujá, tendo como idealizadores a Ana Paula de Matos (filha do Mestre Zacarias) e Edmilson Epifânio Mendes (Mestre Edmilson), dando continuidade à tradição e aos ensinamentos recebidos.

O Carnaval da cidade contará com apresentação de Reisado, Bumba-meu-boi, Maracatu e Frevo (Foto: Divulgação)

Oficina de Frevo e Maracatu

O Grupo Zabelê de Cultura Popular também integra a lista de artistas no Carnaval cubatense, levando maracatu e as danças populares nordestinas que agregam o público. Haverá, ainda, apresentação de Frevo, uma dança que exige muita técnica e preparação física. Além de acompanhar a apresentação, a plateia poderá aprender um pouco desta dança popular, já que os bailarinos realizarão oficinas-relâmpago entre os interessados.

A valorização da cultura popular nordestina não é por acaso, já que este Carnaval pode funcionar como uma prévia do Festival de Cultura Nordestina – Cubatão Danado de Bom, confirmado para acontecer em novembro deste ano. De acordo com estimativas da Prefeitura, 60% dos moradores da Cidade são nordestinos e/ou seus descendentes diretos, o que justifica a realização do Festival que reuniu mais de 100 mil pessoas nas duas últimas edições, com apresentações de artistas do calibre de Daniela Mercury, Zé Ramalho, Banda Calypso, Elba Ramalho, entre outros.

Parceria

Em 2013, em virtude das dificuldades financeiras que Cubatão enfrenta, mas procurando manter a tradição do Carnaval, o Governo Municipal contará com a parceria da Secretaria de Turismo do Estado que fornecerá palco, som e iluminação, o que representará uma economia de R$ 350 mil para a Cidade.