Caraguatatuba se antecipa e abre vacinação contra covid-19 para população geral de 50 a 59 anos

Serão imunizados também os profissionais de educação a partir dos 45 anos, pessoas acima de 18 anos com comorbidades ou deficiência permanente física

Comentar
Compartilhar
09 JUN 2021Por Da Reportagem17h23
A cidade, após diversos relatos de defasagem de doses junto ao Governo do Estado, recebeu reforço do imunizante, o que possibilitou a abertura desta nova faixa etáriaA cidade, após diversos relatos de defasagem de doses junto ao Governo do Estado, recebeu reforço do imunizante, o que possibilitou a abertura desta nova faixa etáriaFoto: Divulgação/Prefeitura de Caraguatatuba

A Prefeitura de Caraguatatuba se antecipou e já abre para a população geral (sem comorbidades) de 50 a 59 anos a vacina contra Covid-19, em Dia D de vacinação que acontece no próximo sábado, dia 12.

Serão imunizados também os profissionais de educação (municipal, federal, particular e estadual) a partir dos 45 anos, pessoas acima de 18 anos com comorbidades ou deficiência permanente física, sensorial e intelectual que estejam recebendo ou não o BPC e gestantes e puérperas com mais de 18 anos, com ou sem comorbidades. 

Os idosos, com mais de 60 anos, que ainda não foram vacinados também poderão procurar os postos no Dia D para que recebam o imunizante.

Desde o início da campanha de imunização o foco tem sido os idosos e graças a esta ação efetiva, o número de doentes e de óbitos acima dos 60 anos reduziu significativamente. No entanto, a preocupação agora são os jovens e adultos, e por isso a cidade resolveu já adiantar a faixa etária prevista pelo Governo do Estado para as próximas semanas.

Dados mostram que nos meses de abril e maio, o número de casos entre adultos até 59 anos foi superior nos dois meses. Em abril, dos 1844 casos, 70% foi de 20 a 59 anos, enquanto que em maio esse número subiu para 76%, do total de 1.491 casos.

A cidade, após diversos relatos de defasagem de doses junto ao Governo do Estado, recebeu reforço do imunizante, o que possibilitou a abertura desta nova faixa etária.

Para agilizar a vacinação neste sábado, todos deverão estar cadastrados no ‘Vacina Caraguá’ do aplicativo ‘Caraguatatuba 156’. A pessoa que não tiver cadastrada será vacinada, mas precisa realizar o cadastro na hora, o que pode gerar demora no atendimento e filas.

Serão 50 vacinadores divididos em 11 postos de vacinação e quatro exclusivos para o atendimento de profissionais de Educação, na escola do Indaiá.

Atenção profissionais de Educação: além do ‘Vacina Caraguá’, os profissionais da educação precisam realizar o cadastro no ‘Vacina Já Educação’ do Governo do Estado. No dia, a pessoa deverá levar impresso o comprovante de vacinação gerado pelo próprio site (QR Code). Como toda a infraestrutura do Dia D já está planejada de acordo com o grupo definido até hoje, de profissionais de educação a partir de 45 anos, a nova faixa etária a partir de 18 anos será agendada para iniciar na próxima segunda-feira, 14 de junho.

O Dia D será realizado em 12 postos de vacinação, sendo uma escola específica para Profissionais de Educação e outros 11 postos para os demais grupos, entre Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e unidades escolares. São eles:

Unidades de saúde – UBS José Maurício Borges (Perequê-Mirim); UBS Porto Novo; UBS Morro do Algodão; UBS Jaraguazinho; UBS Rio do Ouro; UBS Casa Branca; UBS Jetuba.

Unidades escolares – EMEF Profª Antonia Antunes Arouca (Massaguaçu); EMEF Prof.ª Jane Urbano Focesi (Perequê-Mirim); Ciase Wilson Francisco Valente (Sumaré); EMEF Prof.ª Maria Aparecida de Carvalho – CIDE (Tinga).

Todas as unidades e escolas estarão abertas das 8h às 17h.

Já para os profissionais de educação a vacinação acontece das 8h às 13h, na EMEF Dr. Carlos de Almeida Rodrigues, no bairro Indaiá.

Para o grupo de comorbidades, é importante ressaltar que só serão vacinadas conforme as comorbidades apontadas pelo Ministério da Saúde:

Doenças cardiovasculares – insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndrome coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doença da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados;
Doenças crônicas – diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão estágio 1 e 2 com lesão e órgão alvo, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos), anemia falciforme, obesidade mórbida, cirrose hepática e HIV;
Documentos necessários para a vacinação

No caso da pessoa com comorbidades, para receber a dose do imunizante é necessário apresentar um documento que comprove a condição e que contenha o CRM do médico. Podendo ser: exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica. Para os PCDs e grávidas e puérperas é necessário apresentar documentos que comprovem a condição.

Além disso, todas as pessoas devem estar munidas do RG ou CNH e apresentar um comprovante de residência que comprove moradia na cidade.

Com o Dia D de vacinação da Covid-19 e a abertura de novos grupos a Prefeitura de Caraguatatuba se mantém empenhada na imunização de toda a população, visando à saúde de seus moradores e a retomada da economia na cidade.

Serviço:

Dia D de vacinação Covid-19 – Sábado, 12 de junho, das 8h às 17h | Exceto para profissionais de educação, que será das 8h às 13h

Grupos de vacinação no Dia D

– população geral 50 a 59 anos

– profissionais de educação (municipal, federal, particular e estadual) a partir dos 45 anos;

– pessoas acima de 18 anos com comorbidades;

– pessoas acima de 18 anos com deficiência permanente física, sensorial e intelectual que estejam recebendo ou não o BPC;

– gestantes e puérperas com mais de 18 anos, com ou sem comorbidades;

– idosos acima de 60 anos.

Locais de vacinação

Profissionais de educação: EMEF Dr. Carlos de Almeida Rodrigues, no bairro Indaiá.

Demais grupos: UBS José Maurício Borges (Perequê-Mirim); UBS Porto Novo; UBS Morro do Algodão; UBS Jaraguazinho; UBS Rio do Ouro; UBS Casa Branca; UBS Jetuba; EMEF Profª Antonia Antunes Arouca (Massaguaçu); EMEF Prof.ª Jane Urbano Focesi (Perequê-Mirim); Ciase Wilson Francisco Valente (Sumaré); EMEF Prof.ª Maria Aparecida de Carvalho – CIDE (Tinga).

Documentação

– cadastro no aplicativo Caraguatatuba 156;

– RG ou CNH;

– comprovante de endereço;

– Profissionais de educação: cadastro no ‘Vacina Já Educação’ do Governo do Estado (QR Code);

– Comorbidades: documento que comprove a condição e que contenha o CRM do médico;

– Pessoa com deficiência: laudo ou outro documento que comprove a deficiência;

– Grávidas: documento que comprove a condição (carteira de acompanhamento/pré-natal);

– Puérperas: certidão de nascimento da criança.