Capacitação desperta interesse de educadores de fora da rede municipal

Em busca de um diferencial significante, capacitação é oferecida a todos os educadores da Baixada, como também para universitários de educação

Comentar
Compartilhar
09 MAR 201315h30

A Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria Municipal de Educação, têm por objetivo a valorização do brincar como maneira essencial de aprendizado na Educação Infantil. Com isso, o Município oferece capacitação de recreação aos educadores da rede. No entanto, o treinamento despertou o interesse de profissionais que não fazem parte da rede municipal de ensino. O evento acontece no Centro de Capacitação Carmine Felipelli (Rua Ceará, s/n – Jardim Santense).

É o caso da professora de Infantil I de uma creche privada, Camila Soares. Para ela, o conteúdo superou as expectativas. “As aulas ministradas são importantes para renovar a atenção das crianças na sala de aula”, comentou. Para a educadora, a idade do aluno interfere na atenção e inovação das atividades.

Outro exemplo é a estudante de Pedagogia de Ensino Superior privado, Érica dos Santos, que busca novos conhecimentos na área. “O motivo da escolha pela graduação é o meu encanto pela Educação Infantil. Por isso, é importante conhecer as atividades indicadas para esses alunos”.

Com participação livre para todos os educadores e universitários da Baixada Santista, o curso mantém três períodos, para atender o maior número possível de interessados. O período da manhã (das 8 às 12 horas) conta com atividades nos próximos dias 13 e 20. Já à tarde (das 13 às 17 horas) e noite (das 18 às 22 horas), as práticas são nos dias 12 e 19.

O evento acontece no Centro de Capacitação Carmine Felipelli (Foto: Divulgação)

A professora de Educação Física do Centro de Capacitação da Prefeitura e responsável pelas aulas, Juliana Fonseca, disse que o resgate à cultura é uma maneira eficaz de produzir atividades para a Educação Infantil. “O objetivo é mostrar a maneira certa de lidar com as crianças. O contato com os companheiros de profissão os faz avaliar o ensino nas unidades em que atuam”.

As aulas seguintes pretendem valorizar ainda mais a brincadeira na escola, com a prática de brinquedos, por meio de material reciclável. Na segunda aula, os educadores irão confeccionar materiais recreativos para os alunos e, no terceiro e último encontro pedagógico, haverá uma apresentação sobre a didática utilizada pelos profissionais, na produção dos materiais.