Campanha contra gripe ganha duas novas datas em Cubatão

Dia D será em 4 de maio; meta é vacinar 36 mil pessoas entre os grupos prioritários

Comentar
Compartilhar
24 ABR 2019Por Da Reportagem15h01
A campanha de vacinação contra a gripe em Cubatão ganhou reforçoA campanha de vacinação contra a gripe em Cubatão ganhou reforçoFoto: Divulgação/PMC

A campanha de vacinação contra a gripe em Cubatão ganhou um reforço: duas novas datas à disposição da população. Neste sábado, dia 27, a Secretaria de Saúde manterá um posto volante no Parque Anilinas, das 10 às 16 horas, dentro da programação do evento Juntos pela Vida, que reunirá atividades físicas e de promoção à Saúde. Já no dia 1º de maio, o posto volante estará no Kartódromo Municipal, das 11 às 17 horas, durante o evento Encontro de Trabalhadores. É importante levar documento e a carteira de vacinação.

A campanha teve início em 10 de abril e se estende até 31 de maio e é realizada em 14 salas de vacina das unidades de Saúde de Cubatão. Confira o endereço, horário de funcionamento e contatos das unidades com sala de vacina no link http://www.cubatao.sp.gov.br/secretaria/15-secretaria-de-saude/214-vacinacao-informacoes-gerais/.,

Além dessas unidades, a cidade contará com dois postos itinerantes durante o período de campanha: às terças-feiras no Caic e Vila Natal e às quintas-feiras na Água Fria e CSU. No sábado, dia 4 de maio, será realizado o Dia D, com a participação de todas as unidades com sala de vacina, de postos volantes que cricularão entre a Pastoral da Criança e Mantiqueira e mais um posto fixo Parque Anilinas. Além disso, haverá a atuação também do Programa de Atendimento Domiciliar (PAD).

A meta é vacinar até 31 de maio cerca de 36 mil pessoas entre os grupos prioritários, entre os quais crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes e puérperas, idosos, trabalhadores da Saúde, professores e pacientes com comorbidades.

De acordo com estimativa baseada no censo do IBGE, Cubatão conta com 2.522 crianças de 6 meses a 2 anos, 5.394 crianças de 2 a 4 anos e 1.849 crianças de 4 a 5 anos; 9.490 idosos; 1.261 gestantes e 207 puérperas; 3.975 trabalhadores da Saúde; 807 professores e 14.820 pacientes com comorbidades.