Câmeras registram aumento de 63% no auxílio à ocorrências

Até novembro, a orla contará com mais 43 câmeras de monitoramento. Dos 43 equipamentos, 36 câmeras fixas serão instaladas a partir de maio ao longo da entrada de toda a faixa arenosa

Comentar
Compartilhar
23 ABR 201512h40

Os primeiros três meses do ano demonstraram que as câmeras de monitoramento da Cidade têm cumprido seu principal objetivo: instrumento que oferece mais segurança à população. Os equipamentos auxiliaram no atendimento de 845 ocorrências da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

Os números fazem parte de um levantamento inédito feito pela Secretaria Municipal de Segurança (Seseg), que mapeou mês a mês, caso por caso, todas as situações em que as câmeras participaram de alguma maneira para solucionar uma ocorrência, desde o início de 2014. Os números dos primeiros três meses de 2015 são 63,1% maiores em relação ao primeiro trimestre de 2014, quando foram registradas 518 ocorrências.

Centro

“Esse comparativo demonstra que, quanto mais câmeras temos colocado na Cidade, mais temos conseguido exercer vigilância e eficiência. Os números comprovam as demandas da Cidade e, com a implantação do Centro de Controle de Operações (CCO), vamos aumentar ainda mais a resolução de ocorrências, pois teremos um espaço físico onde todos os órgãos trabalharão de maneira integrada”, afirma o secretário de Segurança, Sérgio Del Bel.    

Expansão

Janeiro do ano passado marca a expansão dos equipamentos. Atualmente, são 476 distribuídas em 26 bairros. Desse total, 235 são fixas (visão de até 150 metros sem obstruções), 168 Dome (com giro horizontal de 360º e vertical de 180º) e 73 OCR (reconhecimento de placas de veículos).

Até novembro, a orla contará com mais 43 câmeras de monitoramento (Foto: Matheus Tagé/DL)

O levantamento apontou que entre janeiro e março, 455 ocorrências que foram auxiliadas pelo sistema de monitoramento destinaram-se à ações da Polícia Militar, 344 para a Guarda Municipal e 46 em operações de ambas as instituições.

Tipos

Entre os mais de 50 tipos de ocorrências mapeados pela Seseg no primeiro trimestre, os cinco principais são: atitude suspeita (237), população em situação de rua (100), acidente de trânsito (79), infração de trânsito (52) e posse ou uso de entorpecentes (42).

Orla terá mais 43 câmeras até novembro

Até novembro, a orla contará com mais 43 câmeras de monitoramento. Os equipamentos foram adquiridos pela Prefeitura após a assinatura de um contrato com a empresa Net Telecom Informática Ltda, no valor de R$ 2,2 milhões.

Além da execução de serviços, o contrato prevê o fornecimento de material e mão de obra. Dos 43 equipamentos, 36 câmeras fixas serão instaladas a partir de maio ao longo da entrada de toda a faixa arenosa, com o objetivo de monitorar motos e veículos não autorizados a entrar na areia. No mesmo período, outras sete câmeras Dome serão posicionadas nos postos de salvamento do Corpo de Bombeiros para monitoramento e auxílio.