Câmara de Santos também será espaço educacional e cultural

O Legislativo santista já deu o start nesse projeto e recebeu a 1ª Feira do Empreendedor do Programa Conecta Copersucar

Comentar
Compartilhar
09 DEZ 2017Por Da Reportagem11h32
Moradores da região podem contar com a Câmara de Santos como espaço educacional e culturalFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Os moradores da Baixada Santista já podem contar com a Câmara de Santos para agregar conhecimento, ter novas oportunidades e conhecer mais sobre a Cidade e a política. A iniciativa é do presidente da Casa, o vereador Adilson Junior (PTB), que pretende que a sede do legislativo se torne também um espaço para eventos, palestras e novas iniciativas, profissionais, educacionais e culturais.

Na última quinta-feira (7), das 8 às 17 horas, o Legislativo santista deu o start nesse projeto e recebeu a 1ª Feira do Empreendedor do Programa Conecta Copersucar que teve a exposição de empreendimentos desenvolvidos pelos jovens durante o curso de empreendedorismo do programa, além de diversas palestras sobre o mundo dos negócios.

“Nós estamos abrindo a Câmara para a sociedade e começamos com esta feira. Queremos mostrar que o Legislativo está aberto e uma das vertentes mais importantes hoje é o empreendedorismo jovem. Apoiamos propostas e iniciativas para ajudar quem inicia no mercado de trabalho e precisa de incentivo e oportunidade”, afirmou.

Para os alunos empreendedores, o programa abriu muitas portas. “Sou especialista em design de sobrancelhas, mas formada em estética, então fiz meu projeto nessa parte de estética facial”, afirmou a esteticista Priscila Morgado, de 27 anos.

“Eu já tinha o meu projeto só que eu fazia tudo errado, a parte de administração, a financeira... entrei no curso e aprendi muito inclusive sobre e-commerce o que ajudou minhas vendas que são online”, disse a vendedora Ana Letícia de Paula, de 21 anos.

O evento atraiu mais de 100 visitantes durante o dia, entre empreendedores e população em geral. “Acho que é um incentivo, que são ideias ótimas para desenvolver esse lado empreendedor”, afirmou Cecília, 52 anos, dona de casa.

A feira foi uma iniciativa da empresa Copersucar, realizada pelo Instituto Crescer, em parceria com a Prefeitura de Santos, Fundo Social de Solidariedade, Universidade Monte Serrat (Unimonte) e Escola Estadual Barnabé. A próxima iniciativa será uma série de exposições em parceria com a Fundação Arquivo e Memória de Santos. “Será uma verdadeira aula de história sobre a nossa cidade e aproximação com as nossas raízes”, concluiu o ­presidente.