X
Cotidiano

Câmara de Guarujá apoia empregados dos Correios

Um grupo de manifestantes esteve presente à sessão justamente para chamar atenção dos parlamentares acerca da questão

Os aposentados dos Correios foram à Cãmara e, com uma faixa em mãos, pediram apoio aos vereadores / Divulgação/Câmara de Guarujá

Por unanimidade de votos, o plenário da Câmara de Guarujá aprovou ontem moção de apoio aos empregados e aposentados da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) - que foram lesados financeiramente pela má gestão do fundo de pensão Postalis. Um grupo de manifestantes esteve presente à sessão justamente para chamar atenção dos parlamentares acerca da questão .

O Postalis - que está sob intervenção de órgão regulador e acumula rombo de mais de R$ 7 bilhões - tem cobrado de seus aposentados contribuições extras, que somam mais de um quarto do benefício, para cobrir déficit ocasionado pela ­corrupção.  

No caso dos trabalhadores ativos, que já arcam com uma contribuição regular de 8% do valor do salário, ele ainda pagam uma taxa extra que varia de 3% a 6% - conforme a faixa salarial. Já aposentados e pensionistas têm pago contribuição extra de 17,92% para cobrir o déficit referente ao ­período entre 2011 a 2014, além de uma contribuição de 9%, totalizando 26,92%.

Não bastasse tudo isso, o atual interventor do fundo de pensão já declarou a necessidade de novas medidas, que podem resultar em aumento de 50% das contribuições extras, trazendo ainda mais prejuízos aos empregados ativos e aposentados. Daí justamente o motivo da aprovação da moção de apoio - que foi proposta pelo vereador Toninho Salgado (PSD) e teve a anuência de todos os ­vereadores presentes ao ­plenário.

“O objetivo é assegurar que as matérias legislativas que envolvam o Postalis e seus planos possam merecer a atenção e comprometimento das estruturas políticas federais, visando mitigar os impactos danosos que vêm sendo arcados pelos aposentados e aposentáveis dos Correios, que já somam mais de 140 mil pessoas”, enfatizou Salgado.  

Edilson Reeleito

Por 16 votos a um, a Câmara de Guarujá reelegeu ontem o vereador Edilson Dias (PT) presidente da Casa para o biênio 2019/2020. O pastor Marcos Pereira de ­Azevedo (PSB), candidato à presidência, votou em si próprio e não obteve apoio dos demais ­parlamentares.

A mesa diretora também é composta por José Nilton Lima de Oliveira, o Doidão (PPS vice); Edmar Lima dos Santos, o ­Juninho Eroso (PP) e Joel Agostinho de Jesus (MDB), primeiro e segundo secretários, ­respectivamente.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Prazo para Prefeitura de Santos eliminar cargos comissionados chega ao fim

Segundo Portal da Transparência, a Prefeitura mantém 319 comissionados e 10.882 funcionários de carreira (concursados)

Transporte público pode parar em Cubatão

A Viação Fênix, que opera o transporte coletivo no Município, não assinou, até esta segunda-feira (25), o acordo coletivo acertado verbalmente com o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software