Caio Matheus quer nova função para quiosques da Enseada

Estruturas construídas em 2012 estão abandonadas; prefeito critica projeto feito em governo anterior

Comentar
Compartilhar
15 ABR 2017Por Diário do Litoral10h30
Há cinco anos sem serem ocupados, quiosques sofrem com depredação e abandono. Prefeito fala em local abrigar projetos para a terceira idade, aspecto cultural ou esportivoHá cinco anos sem serem ocupados, quiosques sofrem com depredação e abandono. Prefeito fala em local abrigar projetos para a terceira idade, aspecto cultural ou esportivoFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Os quiosques da praia da Enseada, em Bertioga, devem ganhar uma nova função. Essa é a ideia do prefeito Caio Matheus (PSDB). Construídos na 1ª fase das obras de reurbanização da orla da Praia da Enseada, e entregues em meados de 2012, os equipamentos até hoje aguardam o processo de licitação para poderem ser ocupados.

“Qual a ideia para essas estruturas? A gente entender outros usos para elas. Outras categorias de uso. A gente tem questão de melhor idade, a gente tem questão de aspecto cultural, esportivo. Indo nesse sentido. Já foi passado para o planejamento e estamos desenhando novas funções para esses quiosques para que façamos uma reestilização dessas estruturas metálicas, promover fechamento em alguns e dar um novo uso para eles o quanto antes. Porque também já tem quiosque que está ali há quase cinco anos”, explicou o prefeito.

As obras foram realizadas sobre a gestão anterior, de Mauro Orlandini. O atual chefe do Executivo criticou as estruturas que foram erguidas pelo antigo governo. Para ele, o equipamento não serve para abrigar quiosques.

“Os quiosques, sinceramente, não podem ser, no meu ponto de vista, chamados de quiosques. Aquelas estruturas metálicas que hoje existem na orla da praia, se não me engano são cinco. A questão da funcionalidade. Estética é uma coisa e funcionalidade é outra. Ao meu ver e ao ver da maioria das pessoas que criticam a maneira como aquilo foi feito e o material que foi utilizado, que ele não serve pra quiosque”, comentou o tucano.

No entanto, Caio Matheus não descarta, futuramente, a possibilidade de serem erguidos quiosques no local. Para isso, o prefeito quer que seja feito um estudo de viabilidade para definir quantos equipamentos poderão ser construídos.

“Precisa ter quiosque na praia? Precisa. Pode ser objeto de estudo e uma proposta futura se construir quiosques entre essas estruturas metálicas. Entre uma e outra. Eu vejo quiosques de, no máximo, a cada estrutura dois quiosques. Tudo tem que ter um estudo de viabilidade. Não sei se vocês lembram, antes eram quiosques com quatro em cada estrutura. Sempre tinha um ou dois abertos e sempre dois fechados. Questão de estudo de viabilidade, questão econômica”, finalizou Caio Matheus.