Cai número de vítimas fatais entre motociclistas

O número de acidentes fatais envolvendo motociclistas vem diminuindo ano a ano.

Comentar
Compartilhar
17 DEZ 201312h24

O número de acidentes fatais envolvendo motociclistas vem diminuindo ano a ano. Pesquisa da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) revela que o primeiro semestre deste ano, em comparação com igual período do ano passado, teve redução de 57% nas mortes.

Em 2012, nos seis primeiros meses do ano, 14 pessoas perderam a vida sobre motos; neste ano foram 6. O total de vítimas graves nos primeiros meses do ano também caiu – 29 no primeiro semestre do ano passado, contra seis ocorrências em 2013.

As ações da CET para manter os números em declínio são voltadas especialmente  à educação, fiscalização e redução  da velocidade (esta última devido a equipamentos de fiscalização eletrônica). A atuação da Polícia Militar e blitze, muitas vezes resultando no recolhimento de motos irregulares das vias (sem placa, com lacre violado, sem licenciamento ou documentação) também contribuíram para o resultado.

Pesquisa da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) revela que o primeiro semestre deste ano, em comparação com igual período do ano passado, teve redução de 57% nas mortes

O aumento da frota de motocicletas é um fenômeno em todo o pais. Em cinco anos (2007/2012), a quantidade de veículos em Santos cresceu 24% - de 55.068 para 72.429 e mesmo diante deste cenário a prefeitura conseguiu reduzir os acidentes envolvendo este tipo de meio de transporte.