Cadastro para solicitação de cesta básica em Peruíbe está aberto até hoje

Programa 'Peruíbe Solidária' auxilia famílias e os mais vulneráveis durante o enfrentamento ao coronavírus. Prefeitura já distribuiu mais de 90 mil cestas durante a pandemia.

Comentar
Compartilhar
05 MAI 2021Por Da Reportagem08h00
Aos que têm interesse em receber este auxílio, é necessário se cadastrar por meio do siteAos que têm interesse em receber este auxílio, é necessário se cadastrar por meio do siteFoto: DIVULGAÇÃO

O programa 'Peruíbe Solidária', da Prefeitura de Peruíbe, está aberto novamente para auxiliar famílias e os mais vulneráveis durante o enfrentamento ao coronavírus. Com o apoio do Fundo Social de Solidariedade, a ação da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social visa atender famílias que estejam em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Desde o início da pandemia, a Administração Municipal já distribuiu mais de 90 mil cestas básicas.

Aos que têm interesse em receber este auxílio, é necessário se cadastrar por meio do site  solidariza.peruibe2.sp.gov.br ou por meio do telefone 3451-1070, das 10h às 17h. As inscrições estão liberadas até esta quarta-feira (5).

Todos os cadastros serão validados pela Prefeitura e o munícipe receberá um SMS e/ou e-mail, com data e horário marcado para retirar a cesta básica sem aglomerações. A Prefeitura alerta para que o cadastrado fique atento ao celular e passe um número ativo para que não corra o risco de não ser avisado.

Os alimentos distribuídos vêm do Governo Municipal, do Governo do Estado e de setores privados, por meio de doações. Quem quiser contribuir, pode ir até os pontos de arrecadação ou realizar a doação por transferência bancária, para a conta do Fundo Social de Solidariedade de Peruíbe: Caixa Econômica Federal, Agência 1438, Operação 006, Conta 151-5.

Depois disso, para receber a cesta de alimentos, é necessário ir ao local indicado pelo próprio cadastrado, com máscara e, se possível, com uma caneta para assinatura do recebimento e um documento (RG, CPF e número do NIS – se tiver) da pessoa que fez o cadastro. Os funcionários utilizarão um crachá para a identificação.

Artesãos, artistas locais, ambulantes, produtores da economia solidária, agricultores familiares e pescadores deverão estar devidamente cadastrados na Prefeitura. Já as famílias de alunos da rede municipal de ensino não precisam se cadastrar. Neste caso, os kits têm sido distribuídos nas escolas, conforme calendário que está sendo divulgado pela Secretaria Municipal de Educação.