Buracos preocupam pedestres no Centro

Após acidente, Prefeitura sinalizou bueiro sem tampa, mas desníveis são frequentes nas calçadas da Rua General Câmara

Comentar
Compartilhar
22 JUN 2017Por Da Reportagem10h30
Dono de um estacionamento usa a placa para sinalizar desnível na calçada; tampa de metal que cobre caixa de passagem de fiação de telefonia teria sido furtadaFoto: Rodrigo Montaldi/DL

Eles estão por toda parte: no trecho entre as ruas da Constituição e Brás Cubas, no Centro de Santos, outros dois buracos próximos ao local onde um homem sofreu um acidente na manhã da última terça-feira colocam em risco a segurança dos pedestres na Rua General Câmara.

Além do perigo de acidentes similares, as crateras expõem os transeuntes a um risco adicional: como parte das calçadas apresentam avarias, muitas pessoas trafegam pela rua, constantemente tomada por ônibus e caminhões neste ponto da cidade.

A situação foi identificada na manhã de ontem pela reportagem do Diário do Litoral. Quase em frente ao bueiro sem tampa onde ocorreu o acidente, um pedestre precisou usar a rua para atravessar a via, uma vez que uma cratera ocupa o passeio público.

Um pouco mais a frente, na altura do número 215, o roubo de uma tampa de ferro na última semana preocupa quem trafega pelo espaço. Tentando minimizar o risco, o dono de um estacionamento próximo usa a placa do estabelecimento para sinalizar o desnível.

“Um cliente que havia feito uma cirurgia no joelho reclamou do perigo e nós achamos por bem tentar sinalizar para que não aconteça algum acidente grave”, conta Paulo Henrique.

De acordo com a Administração, trata-se de uma caixa de passagem de fiação de telefonia de responsabilidade de uma concessionária. A subprefeitura da Região Central Histórica já intimou a empresa para recolocar a caixa o mais breve possível. A Prefeitura garante que não se sabe motivo da ausência da caixa, porém não foi feito nenhum registro na Ouvidoria, Transparência e Controle (OTC) pelo proprietário do imóvel, ou outro munícipe.

Risco

Após o acidente na manhã de ontem, a Prefeitura providenciou a sinalização da Rua General Câmara, próximo a rua da Constituição.

Segundo testemunhas, a vítima estava indo em direção ao ponto de ônibus, que fica em frente ao local, quando aconteceu o acidente. Ao perceber que ia cair, ele abriu os braços, para impedir que se machucasse ainda mais.

Logo após a queda, ele foi socorrido por populares, que chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Eles informaram a reportagem que ligaram para o serviço, mas foram orientados a entrar em contato com o Corpo de Bombeiros. O homem teve que aguardar 45 minutos até que uma ambulância chegasse ao local para socorrê-lo.

Em nota, a Prefeitura de Santos informou que a revitalização da Rua General Câmara, projeto que inclui pavimentação, execução de sarjetas, renivelamento de guias e poços de visita e substituição de tampões danificados, além de limpeza e desobstrução de galerias de águas pluviais, está 99% concluída.

Segundo a Administração, faltam apenas alguns arremates, pontos com problemas apontados pelo fiscal.