Brito anuncia mudanças na perimetral para atender novos terminais

Com prazo de conclusão previsto para 2010, Brito garantiu que as mudanças no projeto da perimetral da margem direita — lado de Santos — não atrasarão a entrega da via expressa

Comentar
Compartilhar
11 FEV 201315h43

Em visita aos terminais do Tecondi, TGG, Cargill e Santos Brasil, ontem, o ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos (SEP) Pedro Brito, falou sobre as mudanças no projeto das avenidas perimetrais e sobre a dragagem de aprofundamento no Porto de Santos.

Com prazo de conclusão previsto para 2010, Brito garantiu que as mudanças no projeto da perimetral da margem direita — lado de Santos — não atrasarão a entrega da via expressa. O ministro afirmou que a perimetral de Santos terá mais viadutos para atender os novos terminais que serão construídos. O Tecondi, no Saboó, será ampliado e na Alemoa serão erguidos os terminais Teval e Brasil Terminal Portuário.

As obras da perimetral de Santos estão orçadas em aproximadamente R$ 60 milhões que serão custeados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Porém, o ministro adiantou que o custo adicional para as alterações que serão feitas no projeto, não será financiado pelo PAC, mas com recursos do orçamento ou de outras fontes.

Brito disse que as “mudanças vão aperfeiçoar o traçado da perimetral para melhorar o tráfego”. Já o presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), José Roberto Serra, afirmou que as alterações no projeto da perimetral permitirão a construção do mergulhão, que consiste numa passagem subterrânea para caminhões entre os armazéns 1 ao 8.

O mergulhão já estava previsto no projeto original da perimetral, mas havia sido cortado juntamente com outras construções pelo Governo Federal, antes da aprovação final para a fixação do orçamento e abertura do processo licitatório para as obras.

O presidente da Codesp disse ainda que a estatal dispõe de R$ 10 milhões para os estudos necessários para a construção da passagem subterrânea. O estudo deverá ser concluído num prazo de cinco a seis meses. O ministro também se reuniu com a diretoria da Codesp, ontem, para a discussão de projetos para o Porto de Santos.

Dragagem

As empresas que participam da licitação da dragagem do porto de Santos têm até o dia 23 de dezembro para entregar as propostas. “Podemos estar iniciando os trabalhos já a partir do primeiro trimestre de 2009 e o prazo final de conclusão é maio de 2010”, afirmou Pedro Brito.