Bandeira Azul fica, por mais um ano, na Praia do Tombo

O título é a mais alta certificação ambiental de qualidade de uma praia e, pela terceiro ano consecutivo, a Praia do Tombo a recebe.

Comentar
Compartilhar
14 DEZ 201217h31

 

“Somos tri. E Não foi fácil conquistar este título, pois foi preciso mudança de conduta. Só que mais difícil do que conseguir o título, é mantê-lo. A mudança de hábito não é fácil, mas é necessária quando temos a oportunidade de conseguir grandes resultados como este. O empenho e o envolvimento de todos foi fundamental. E este reconhecimento está sendo carimbado com sabor de vitória, tripla!”.

Foi assim, com uma fala de muita alegria, que a prefeita de Guarujá Maria Antonieta de Brito iniciou a solenidade de hasteamento da Bandeira Azul, no último sábado (8), em Guarujá. O título é a mais alta certificação ambiental de qualidade de uma praia.

A permanência do selo de certificação exige cuidados e atendimentos a critérios, não só por parte do poder público, mas também por parte dos frequentadores como, não despejar nenhum tipo de lixo no mar ou faixa de areia, não levar animal, entre outros.

Praia do Tombo conquistou a permanência da Bandeira Azul pelo terceiro ano consecutivo. A bandeira foi hasteada no último sábado (8). (Foto: Divulgação)

A representante FEE (Foundation for Environmental Education - Fundação para Educação Ambiental), entidade que ratifica o selo ambiental, Liana Bernardes, participou da cerimônia e disse ter grata satisfação de vir ao Guarujá confirmar a qualidade ambiental da Praia do Tombo.

“A população guarujaense entendeu o recado e o cuidado que todos devem ter com esse espaço, seja sociedade, seja poder público. O comportamento de todos foi exemplar para manutenção do título e essa certificação consecutiva é o reflexo do empenho de vocês”, destacou.

O secretário de Meio Ambiente, Élio Lopes dos Santos apontou que o primeiro passo, para pleitear a certificação de qualidade, é fazer um levantamento das fontes poluidoras e do esgoto. Após esse levantamento inicia-se o cumprimento de alguns quesitos, como adaptação do espaço como acessibilidade, orientação ambiental, entre outros.

“A Bandeira Azul pertence aqueles que praticam a educação todos os dias, mantendo a qualidade desse espaço público”, opontou. 

Na oportunidade, 300 vasos com mudas de plantas do tipo goiabeira, pitangueira, ipê roxo e ipê branco foram distribuídas entre os convidados e banhistas. Os programas desenvolvidos pela Secretaria de Meio Ambiente foram expostos em tendas, com foco para o segmento de educação ambiental.