Baixada recebe R$ 8,4 milhões para infraestrutura turística

Cidades turísticas receberam o maior valor mensal do ano em setembro

Comentar
Compartilhar
06 OUT 2020Por Da Reportagem14h24
Praia Grande recebeu R$ 6,1 milhões para recapeamento de vias e revitalização do Centro Expandido do Bairro OcianFoto: NAIR BUENO/DIÁRIO DO LITORAL

A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo liberou em setembro R$ 33,3 milhões para obras e melhorias na infraestrutura turística de 74 cidades, o maior valor mensal de 2020. O repasse é feito pelo Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur).

Cinco cidades da Baixada Santista receberam R$ 8,4 milhões, 25,2% do total do mês. Praia Grande, para recapeamento de vias e revitalização do Centro Expandido do Bairro Ocian (R$ 6,1 milhões), Santos, para reurbanização do emissário e do Museu do Surf e para o projeto arquitetônico da reforma do centro cultural (R$ 1,1 milhão), Peruíbe, para reforma e adequação da Praça Albano (R$ 605 mil), Guarujá, para rampas de acesso a faixa de areia (R$ 515 mil), e São Vicente, para reformas nas praias de Gonzaguinha e Itararé (R$ 80 mil).

Para a liberação a Secretaria optou pelas obras em andamento — ou seja, sem a necessidade de novas licitações, o que poderia atrasar o processo nesse momento delicado de queda nas atividades produtivas por causa da covid-19. "Os investimentos em turismo têm essa capacidade de ativação e reação econômica. Ajudam a manter os empregos locais, nas cidades, como na construção civil, na indústria local e no comércio em geral e, no pós-pandemia, deixam os destinos preparados para receber os turistas de volta", afirma Vinicius Lummertz, secretário estadual de Turismo.

Com o resultado de setembro os repasses do Dadetur chegaram a 170 cidades em 2020 e somam R$ 163,2 milhões, 37,4% a mais que 2019 e o dobro de 2018. O estado tem 70 estâncias e 140 municípios de interesse turístico.