Banner gripe

Azul confirma novos voos para o aeroporto de Guarujá

O governador João Doria e o Secretário Estadual de Turismo, Vinicius Lummertz, anunciaram novos voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras para Guarujá e Araraquara

Comentar
Compartilhar
18 ABR 2019Por Da Reportagem17h50
Expectativa é operar voos de Guarujá para o Rio, Belo Horizonte e CuritibaFoto: Divulgação

O governador João Doria e o Secretário Estadual de Turismo, Vinicius Lummertz, anunciaram nesta quinta-feira (18), no Palácio dos Bandeirantes, novos voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras para Guarujá e Araraquara, no interior paulista.

A ampliação da malha aérea no Estado é resultado do programa "São Paulo Pra Todos", que reduziu o imposto da alíquota cobrada sobre o querosene de aviação de 25% para 12%. Como contrapartida, as companhias aéreas passarão a oferecer mais voos a partir de diversos aeroportos paulistas.

"São Paulo é o maior emissor de turismo do Brasil e da América Latina", afirmou o Governador. "Isso implica em aumento do fluxo de passageiros para o interior do Estado e também para outros destinos em todo o Brasil", acrescentou. "Turismo não é tratado como acessório, aqui é uma política de governo", frisou Doria.

Em Guarujá, com 380 mil habitantes, a expectativa da Azul é operar voos do litoral paulista para os aeroportos de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, em Minas Gerais, e Curitiba, no Paraná. O início das operações dependerá da conclusão de obras estruturais no aeroporto de Guarujá. 

O município de Araraquara possui 230 mil habitantes e voltará ao cenário da aviação nacional, recebendo um voo diário para a cidade de Campinas a partir do dia 1º de setembro. Com ligação direta ao Aeroporto Internacional de Viracopos, os passageiros que partirem de Araraquara terão a possibilidade de se conectar a 60 destinos dentro e fora do Brasil. 

"É fundamental que o hub paulista cresça para aumentar a conectividade aérea do Brasil", declarou o Secretário Estadual de Turismo, Vinicius Lummertz. 

"Nós precisamos fortalecer o hábito de voar. Quanto mais passageiros voarem, melhores tarifas nós teremos", concluiu.

Os voos serão operados com aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros. Assim, a Azul amplia de 10 para 12 o total de cidades atendidas pela companhia em São Paulo, com médias de 36 voos diários entre destinos paulistas.

A iniciativa também permite que a Azul fortaleça o hub de conexões em Campinas e a presença da companhia em Guarulhos. De junho até dezembro deste ano, serão nove novas ligações diretas: Campinas - Sinop (MT), a partir de junho; Guarulhos - Manaus (AM), Campinas - Imperatriz (MA), Campinas - Aracaju (SE), Campinas - Natal (RN), Campinas - São Luís (MA) e Campinas - João Pessoa (PB), em julho; Campinas - Vitória da Conquista (BA), a partir de agosto; e Campinas - Cabo Frio (RJ) em dezembro de 2019.  

São Paulo para todos

A despesa das empresas aéreas com combustível chega a até 40% de todo o custo operacional de cada voo. Com a redução do ICMS cobrado sobre o combustível aéreo, o Governo de São Paulo pediu contrapartidas para aumentar o fluxo de pousos e decolagens dentro do Estado, principalmente em cidades que ainda não eram atendidas por linhas comerciais regulares.

Pelo acordo firmado que foi firmado em fevereiro, o setor aéreo se comprometeu a criar 70 novos voos e 490 partidas semanais, aumentando a oferta de destinos em todo o país. 

Ao todo, as novas frequências vão atingir aeroportos de 38 cidades em 21 estados.

Colunas

Contraponto