Avião que desapareceu com 239 pessoas a bordo caiu no Oceano Índico

A informação foi divulgada pelo governo da Malásia na manhã desta segunda-feira (24). A aeronave desapareceu no dia 8 de março

Comentar
Compartilhar
24 MAR 201411h22

O primeiro-ministro da Málasia, Najib Razak, disse com "grande tristeza" que dados de satélite mostram que o avião Boeing 777 que fazia o voo MH370 se perdeu no Oceano Índico. Às famílias, a companhia aérea Malaysia Airlines anunciou que nenhum dos ocupantes da aeronave sobreviveu. A aeronave desapareceu no dia 8 de março. Najib Razak disse que a aeronave caiu perto da Austrália.

"Com profunda tristeza e pesar, de acordo com estes novos dados, devemos concluir que o voo MH 370 terminou no Oceano Índico Sul", disse o primeiro-ministro durante rápido pronunciamento à imprensa marcado nos últimos minutos em Kuala Lumpur. A conclusão do governo foi feita com base em informações coletadas por satélites da companhia Inmarsat e da Agência de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido (AAIB, na sigla em inglês), entre outras informações.

O voo MH 370 caiu no Oceano Índico, perto da Austrália (Foto: Associated Press)

Visivelmente consternado, Najib Razak informou aos jornalistas que novas informações devem ser prestadas às famílias e à imprensa na terça-feira.

Minutos antes de o primeiro-ministro falar à imprensa, as famílias dos passageiros e tripulantes do voo que ia de Kuala Lumpur para Pequim receberam uma mensagem de texto em que a Malaysia Airlines diz que "nenhuma das pessoas a bordo sobreviveu".

"A Malaysia Airlines lamenta profundamente que temos de reconhecer sem qualquer dúvida que o voo MH370 se perdeu e nenhuma das pessoas a bordo sobreviveu", diz a mensagem publicada pela imprensa britânica. "Todas as evidências sugerem que o avião caiu no Oceano Índico Sul", completa o texto.