Autoridades e concessionárias garantem atendimento à demanda da temporada de Verão

Guarujá terá infraestrutura para atender moradores e turistas durante a temporada de Verão

Comentar
Compartilhar
22 JAN 201323h58

A garantia foi dada por representantes da Prefeitura, Polícia Militar, Sabesp, Corpo de Bombeiros e Elektro, durante a apresentação da Operação Verão, no Espaço de Eventos Gobatti, na Praia de Pitangueiras, na tarde de ontem. Nesta época do ano, a Cidade que tem 312 mil habitantes chega a uma população estimada em 1 milhão. A apresentação da Operação Verão foi uma iniciativa do Grupo Gobatti.

O secretário de Governo da Prefeitura, Ricardo Joaquim Augusto de Oliveira, que representou a prefeita Maria Antonieta de Brito, no evento, apresentou a infraestrutura para a temporada.

Ricardo Joaquim disse que a participação do Município é mais abrangente do que a dos demais órgãos. “Nossa participação vai desde a coleta de lixo, limpeza urbana, passando pela segurança, além de oferecer logística de hospedagem e alimentação aos efetivos de reforço das polícias militar, civil e Corpo de Bombeiros”.

O secretário disse que a Prefeitura está reforçando a iluminação pública e as novas luminárias já começaram a ser instaladas na Avenida Puglisi, Rua Lídio Martins Corrêa e Praia da Enseada, mas adiantou que o cronograma de instalação das luminárias se estenderá para 2010.

Além disso, Ricardo Joaquim disse que a Guarda Municipal dará suporte ao policiamento ostensivo da Polícia Militar, ao Corpo de Bombeiros e à Polícia Civil. “Hoje nós temos 308 guardas municipais que auxiliarão os policiais militares.

Os guardas são responsáveis pela preservação do patrimônio público, mas alguns vão fazer treinamento para escrivão adhoc, para auxiliar também os policiais civis nas delegacias da Cidade”. Outros 40 guardas temporários foram contratados para atuar nas praias como guarda vidas, no monitoramento, auxiliando os guarda-vidas profissionais do Corpo de Bombeiros.

Perguntado sobre a rede pública de saúde, o secretário afirmou que as quatro unidades de pronto atendimento estão sendo preparadas para atender a demanda de pacientes que também aumenta na temporada.

O subcomandante do 17º Grupamento de Bombeiros (GB), major Reynaldo de Almeida Chagas, disse que o contingente de guarda-vidas praticamente dobrará durante a temporada para atender as cidades do litoral paulista. “Hoje nós temos 605 guarda-vidas profissionais. Os municípios contrataram mais 540 temporários que não são profissionais, e nós receberemos um reforço de 80 profissionais do Corpo de Bombeiros de São Paulo”, afirmou.

Major Reynaldo disse que a média de mortes por afogamento na Região nessa época do ano fica entre 42 a 45, mas a meta é reduzir as ocorrências a “zero”. O superintendente da Unidade de Negócios da Baixada Santista da Sabesp, Joaquim Hornink Filho, afirmou o plano Verão já foi colocado em prática com a revisão do Sistema de Abastecimento de Água, com a troca de bombas. Hornink salientou que 100 pontos de pressão serão monitorados on line, e dez pontos de monitoramento da qualidade da água, em Guarujá.

Hornink disse que o consumo de água no Verão fica em torno de 450 litros por pessoa, mas ressaltou que se o “consumo for racional não vai faltar água para ninguém”.

Hornink prevê que até o final de dezembro serão inauguradas sete Estações de Tratamento de Esgoto na Baixada Santista, mas que os efeitos práticos na balneabilidade serão sentidos somente na próxima temporada. Este ano será instalada a infraestrutura das estações de tratamento e ao longo do ano serão implantadas as ligações das redes de esgoto.

O gerente executivo de Distribuição da Região Sul da Elektro, Giancarlo Vassão de Souza, afirmou que a empresa investiu R$ 32 milhões no sistema elétrico e na modernização dos equipamentos, o que garantirá a qualidade do serviço oferecido na Região.  

O presidente do Grupo Gobatti, Marivaldo Gobatti, afirmou que é o segundo ano em que realiza o evento, e que a iniciativa tem por objetivo esclarecer aos veranistas e turistas as ações que estão sendo feitas pelas autoridades para garantir mais segurança, infraestutura e abastecimento de água, durante a temporada.