Banner gripe

Audiência sobre greve em seletivos de Santos será hoje

A sessão está marcada para as 14h30, na capital paulista

Comentar
Compartilhar
15 MAI 2019Por Da Reportagem09h00
A greve, por tempo indeterminado, começou na manhã desta segunda-feira (13); parte da frota segue em circulaçãoFoto: Nair Bueno/DL

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) marcou para esta quarta-feira (15), às 14h30, em São Paulo, audiência de instrução e conciliação sobre a greve nos micro-ônibus seletivos de Santos.

A greve, por indeterminado, começou na manhã desta segunda-feira (13), quando, das 6 as 9 e das 17 as 20 horas, circularam 20 dos 28 veículos regulamentares.

Entre 9 e 17 horas, rodaram 11 dos 22 em atividade nesse horário. A greve, que prosseguiu nesta terça, foi confirmada em assembleia no sábado, por causa de atrasos de duas cestas-básicas, um tíquete-refeição e salários de férias de maio.

Como a paralisação já havia sido aprovada no último dia 6, a empresa Guaiúba, do grupo Sobral, recorreu ao Tribunal Regional para ter pelo menos parte da frota em circulação.

Na sexta-feira (10), o desembargador Carlos Roberto Husek reconheceu a legalidade da greve, mas determinou a rodagem de 70% dos ônibus entre 6 e 9 horas e 17 e 20 horas.

Nos demais horários, chamados de 'entre picos', entre 9 e 17 horas, devem circular, segundo a decisão judicial, 50% dos veículos. A empresa compromete-se a pagar os atrasados até 30 de maio.

O Diário não conseguiu contato nesta terça-feira com a Guaiúba por telefone.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) orienta os usuários do serviço de seletivos a utilizar o aplicativo Seletivo Fácil Santos, a fim de saber em tempo real a posição de cada veículo.

"O seletivo é um sistema complementar de transporte coletivo, mas todos os seus percursos são cobertos por linhas do sistema convencional, cuja frota operacional já tem cerca de 90% dos coletivos com ar-condicionado e wi-fi", afirma Prefeitura.

 

Colunas

Contraponto